Imaginário progressista da cidade de São Paulo na canção popular

Autores

  • Álvaro Antônio Caretta UNIFESP

Palavras-chave:

imaginário, canção popular, São Paulo, dialogismo

Resumo

A fim de estudarmos o papel da canção na constituição do imaginário progressista da cidade de São Paulo, concentramos nosso enfoque nas relações dialógicas entre os discursos veiculados no cancioneiro popular paulista, pois o papel da canção foi muito importante, devido principalmente à difusão da radiofonia. Na esteira das comemorações do IV Centenário da cidade, em 1954, o discurso progressista serviu como matriz para a produção de um grande número de enunciados em diversos gêneros da comunicação social. Os compositores populares cantaram a metrópole de forma ufanista; já que essa exaltação promovia a inserção da canção no mercado fonográfico, devido à valorização do discurso progressista nos meios de comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Antônio Caretta, UNIFESP

Doutor em Linguística (USP), professor do Departamento de Letras - UNIFESP

Downloads

Publicado

2014-12-06

Como Citar

CARETTA, Álvaro A. Imaginário progressista da cidade de São Paulo na canção popular. Letras & Letras, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 38–51, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/27392. Acesso em: 10 dez. 2022.