Metamorfose da chapada

monocultura de eucalipto e tomadas de terras e águas no Alto Jequitinhonha, Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT164404

Resumo

O vale do Jequitinhonha mineiro foi alvo de políticas públicas para a implantação de monocultivo de eucalipto como forma de "ocupá-lo" e “integrá-lo” como fornecedor de matéria-prima para o complexo siderúrgico. A população rural desta região assistiu atônita à tomada de terras comunais e ao trato dado às veredas pelas monoculturas; associou, depois, o escasseamento crescente de água à dupla expropriação, de terra e de água. Este artigo analisa as alterações nas formas de gestão dos recursos da natureza, sua influência sobre a água e seus efeitos para as comunidades rurais. A metodologia articula técnicas de pesquisa social, espacial e agronômica. Os resultados indicaram que os maciços de eucaliptos influíram na dinâmica da água, secando mananciais, ocasionando insegurança hídrica em localidades, gerando custos ambientas, culturais e socioeconômicos para as comunidades lavradoras, para o poder público e para a sociedade.

Palavras-chaves: Monocultura. Eucalipto. Escassez de água. Camponeses. Jequitinhonha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emília Pereira Fernandes da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais

Engenheira Florestal, Mestre em Sociedade, Ambiente e Território/UFMG, Mestrado Associado UFMG-Unimontes.

Flavia Maria Galizoni, Universidade Federal de Minas Gerais

Antropóloga, Doutora em Ciências Sociais, UFMG/ICA.

Vico Mendes Pereira Lima, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Engenheiro Agrícola, Doutor e Mestre em Solos, IFNMG.

Eduardo Magalhães Ribeiro, Universidade Federal de Minas Gerais

Economista, Doutor e Mestre em História, UFMG.

Érick José Simão de Paula, Universidade Federal de Minas Gerais

Agrônomo, Mestrando em Sociedade, Ambiente e Território/UFMG.

Alan Oliveira Santos, Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica

Técnico em Agropecuária, graduado em Educação do Campo, Centro de Agricultura Alternantiva Vicente Nica.

Ana Flávia Rocha Santos, Universidade Federal de Minas Gerais

Acadêmica de Engenharia Florestal/ UFMG.

Downloads

Publicado

20-04-2022

Como Citar

PEREIRA FERNANDES DA SILVA, E.; GALIZONI, F. M.; MENDES PEREIRA LIMA, V.; MAGALHÃES RIBEIRO, E.; SIMÃO DE PAULA, Érick J.; OLIVEIRA SANTOS, A.; ROCHA SANTOS, A. F. Metamorfose da chapada: monocultura de eucalipto e tomadas de terras e águas no Alto Jequitinhonha, Minas Gerais. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 17, n. 44 Abr., p. 63–89, 2022. DOI: 10.14393/RCT164404. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/63052. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)