A comercialização de produtos do agroextrativismo em feiras livres do Alto Jequitinhonha

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT153613

Resumo

O artigo analisa coleta, consumo e vendas de produtos da natureza no Alto Jequitinhonha. A pesquisa realizada teve caráter exploratório, tendo como método o estudo de caso, do tipo casos múltiplos. A investigação em campo foi realizada com feirantes e intermediários que vendem produtos do agroextrativismo em cinco feiras livres, usando para isso roteiro de pesquisa semiestruturado; após o levantamento foram analisados os principais produtos vendidos. Os resultados mostraram a diversidade de produtos da natureza coletados por agricultores para comercialização; igualmente, mostraram a acentuada sazonalidade da oferta, que acompanha as safras; poucos produtos do agroextrativismo são beneficiados para serem ofertados sob a forma de óleo, polpa ou vinho durante a entressafra. O pequi é o principal produto coletado da natureza para o consumo e para vendas nas feiras, apresentando relação inversa entre preço e oferta ao longo da safra de verão. O período inicial da pesquisa registrou o maior preço da dúzia do pequi, cerca de R$3,50 e o menor número de pontos de vendas. Com a chegada da safra local, elevou-se o número de pontos de vendas e reduziu-se o preço. O menor preço da dúzia do pequi foi de R$1,50. Já no período final da safra o preço da dúzia do pequi registrado foi de R$1,72.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Marinho Lamêgo Borges, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Engenheiro Civil; Mestre em Sociedade, Ambiente e Território - Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Montes Claros, MG, Brasil

Vanessa Marzano Araujo, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em economia, Universidade Federal de Uberlândia, Mestre em Administração, Universidade Federal de Lavras, Bacharelado em Ciências Econômicas, Universidade Federal de São João del-Rei. Professora do Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais, Montes Claros, MG.

Eduardo Magalhães Ribeiro, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Economista; Doutor em História, Professor Titular do Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Montes Claros, MG, Brasil.

Maria Sirlene da Cruz, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Administradora; Mestre em Sociedade, Ambiente e Território - Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Montes Claros, MG, Brasil.

Lucas Rocha Santos, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Graduando em Agronomia, bolsista IC/CNPq/UFMG - Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Montes Claros, MG Brasil.

Downloads

Publicado

03-07-2020

Como Citar

BORGES, D. M. L.; MARZANO ARAUJO, V.; RIBEIRO, E. M.; CRUZ, M. S. da; SANTOS, L. R. A comercialização de produtos do agroextrativismo em feiras livres do Alto Jequitinhonha. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 15, n. 36 Jul., p. 325–356, 2020. DOI: 10.14393/RCT153613. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/52179. Acesso em: 25 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)