A modernização do campo no Cerrado e as transformações socioespaciais em Goiás

Autores

  • Manoel Calaça Universidade Federal de Goiás - UFG
  • Wagner Alceu Dias Universidade Federal de Goiás - UFG

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT51012049

Palavras-chave:

Goiás, Agronegócio, Agricultura familiar, Cerrado, Modernização do campo

Resumo

O potencial econômico derivado da agroindústria foi potencializado pelo processo de modernização dos meios de produção na agricultura, transformando assim a paisagem do Cerrado. A partir da década de 1980, assistimos à territorialização do capital no Cerrado via agronegócio. Goiás foi capturado pela lógica da produção do capital devido às vantagens comparativas de suas terras. A estrutura agrária de Goiás foi conduzida pela atratividade das áreas do Cerrado, que promovem a reorganização produtiva do território. A agricultura familiar, reconhecida no passado como atividade responsável pelo abastecimento interno da população brasileira, é capturada e desarticulada pelo agronegócio. O setor agropecuário, em Goiás, é inteiramente responsável pela consolidação da infraestrutura necessária à instalação e concentração de indústrias. Embora a modernização do campo tenha promovido um expressivo desenvolvimento a Goiás, ainda há regiões que possuem grandes áreas de Cerrado em estado conservado, sendo consideradas como regiões pobres. Goiás se enuncia pela sua pujança da agropecuária, cujo desenvolvimento desigual e combinado reflete a lógica da expansão capitalista no Cerrado. O sul do Estado, articulado ao centro dinâmico do país, se industrializa e o norte se mantém como pecuarista e extrativista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoel Calaça, Universidade Federal de Goiás - UFG

Professor do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais - IESA/UFG

Wagner Alceu Dias, Universidade Federal de Goiás - UFG

Mestre em Geografia pelo Instituto de Estudos Sócio-Ambientais - UFG

Downloads

Publicado

08-09-2010

Como Citar

CALAÇA, M.; DIAS, W. A. A modernização do campo no Cerrado e as transformações socioespaciais em Goiás . Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 5, n. 10 Ago., p. 312–332, 2010. DOI: 10.14393/RCT51012049. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/12049. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos