O papel do professor nos anos 80

uma análise a partir da reflexão de Florestan Fernandes

Autores

  • Carlos Roberto Vieira

Palavras-chave:

Educação, Papel do professor, Florestan Fernandes, Década de 80

Resumo

Este estudo objetiva buscar compreender a formação e o papel do professor, em sua teoria e prática, enquanto intelectual dentro de seu campo de trabalho, e verificar como a interferência dessa prática pode contribuir para a transformação da sociedade.

Para isso, recorreu-se ao discurso abordado nas obras específicas sobre educação, do intelectual e político Florestan Fernandes, como também aos estudos gramscianos sobre a hegemonia, o intelectual orgânico e a filosofia da práxis.

Considerou-se, principalmente, a década de 80 devido à efervescência das mudanças ocorridas no contexto histórico, em termos econômicos, sociais e políticos, daquele momento, tanto a nível internacional como nacional.

Nessa perspectiva, portanto, buscou-se discutir e repensar os cursos formadores de professores, enquanto intelectuais e pesquisadores.

Palavras-chave: Educação; Papel do professor; Florestan Fernandes; Década de 80.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-10-15

Como Citar

VIEIRA, C. R. O papel do professor nos anos 80: uma análise a partir da reflexão de Florestan Fernandes. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 10, n. 20, p. 295, 2008. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/958. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Resumos de teses e de dissertações