Formação ou performance

algumas reflexões sobre a educação contemporânea

Autores

  • Elisete M. Tomazetti Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v12n24a1998-848

Palavras-chave:

Educação, Habermas, Lyotard, Formação de Indivíduos

Resumo

Ao construirmos esta reflexão sobre a educação contemporânea é importante indagarmos sobre a possibilidade, ainda, de um projeto de formação dos indivíduos em direção a um projeto de emancipação da sociedade. As modificações econômicas e culturais promovidas pelas novas tecnologias e pelas novas relações de trabalho não deixaram intacto o campo educacional. O saber é produzido e disseminado em função de sua capacidade performática e o processo educativo abandona, por conseguinte, seu elemento de formação, como afirma Lyotard. Se vivemos em um tempo pós-moderno, educação é apenas a condição de melhor performatividade dos indivíduos na sociedade. Porém, se ainda podemos pronunciar o negativo através da linguagem comunicativa, como enfatiza Habermas, a idéia de formação permanece com sentido, porque permanece o sentido da narrativa da emancipação.

Palavras-chave: Educação; Habermas; Lyotard; Formação de Indivíduos.

 

Abstract: When we build this reflexion about contemporary education it is important to argue about the possibility, also, of an individual formation project towards a society emancipation one project. The economic and cultural modifications promoted by the new tecnologies and by the new work relationships haven't left the educational field intact. The knowledge is produced and spread according to its performance capability and the educational process abandons, accondingly, its formation element, as Lyotard says. If we live in a post-modern time, education means only the best performance condition of the indivuduals in society. Although, if we still can pronounce the negative through the comunicative language, as Habermeas emphasizez, the formation idea stays with sense because the emanciapation narrative sense remains.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisete M. Tomazetti, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutoranda em Filosofia da Educação pelo Faculdade de Educação da USP e professor da Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

ADORNO, Theodor W. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

CAYUELA, Arturo M. Humanidades Clássicas. Zaragoza, 1940.

SIEBENEICHLER, Flávio Beno. Jürgen Habermas: razão comunicativa e emancipação. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

FREITAG, Bárbara. Sistema e "mundo vivido" em Habermas. IN: Revista do Geempa, n. 1, Porto Alegre, julho, p. 61 - 73, 1993.

HABERMAS, Jürgen. Teoria de la acción comunicativa: racionalidad de la acción y racionalizacción social. Madrid: Taurus, 1988, v. 1.

HABERMAS, Jürgen. Pensamento Pós-Metafísico: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990. (Biblioteca Tempo Brasileiro: n. 90. Série Estudos Alemães).

HANSEN, João Adolfo. Pós-moderno & Cultura, IN: Pós-moderno & semiótica, cultura, psicanálise, let…

JAMESON, Fredric. Pós-modernidade e sociedade de consumo. IN: Novos Estudos Cebrap, São Paulo, n. 12, jun. 1985. p.16-26.

LYOTARD, Jean-François. A condição pós-moderna: trajectos. 2. ed. Lisboa: Gradiva, 1989.

LYOTARD, Jean-François. Nota sobre os sentidos de "Pós". IN: O pós-moderno explicado às crianças. Lisboa: Dom Quixote, 1987. p. 93-98.

OAKESHOTT, Michael. Aprendizaje y Enseñanza. IN: PETERS, R. S. El concepto de la educación. Buenos Aires: Paidós, 1969. p. 243-271.

PEUKERT, Helmut. Las ciencias de la educación de la modernidad y los desafios del presente. In: Educación, Colección semestral de aportaciones alemanas recientes en las ciências pedagógicas, Tübingen. v. 49/50, p. 89-109, 1994.

URENA, Enrique M. La teoria critica de la sociedade de Habermas: la crisis de la sociedad industrializada. Madrid: Tecnos, 1978.

Downloads

Publicado

2008-09-22

Como Citar

TOMAZETTI, E. M. Formação ou performance: algumas reflexões sobre a educação contemporânea. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 12, n. 24, p. 123–142, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v12n24a1998-848. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/848. Acesso em: 23 fev. 2024.