Ação católica docente na década de 1930

Autores

  • Olinda Evangelhista Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v16n31a2002-678

Palavras-chave:

História da Educação, Fernando de Azevedo, Educação – Catolicismo

Resumo

Abstract: In 1933, Fernando de Azevedo created the Institute of Education, the first specifc higher education school for the qualification of these teachers. In 1934 the Institute was absorbed by the University of São Paulo and the training of teachers was definitively incorporated at the university level. In 1938, political forces associated with the interventionist Ademar de Barros Administration and sectors of the Catholic Church put to an end such experience. The memory of this period recovered by Fernando de Azevedo, Director of IEUSP at that time, illuminates important aspects of this experience an the political commitments that determined its ending. This article aims to reconstruct the role of the Catholic Church in this episode with the help of historical sources that go beyond Azevedo’s works.

Keywords: History of Education; Fernando de Azevedo; Education – Catholicism.

 

Resumo: Fernando de Azevedo criou a primeira escola de preparo do mestre em nível superior, em 1933, o Instituto de Educação. Em 1934, Incorporada à USP, institucionalizou-se a formação docente em nível universitário. Tal experiência foi encerrada em 1938 por decisão do governo interventor de Ademar de Barros e com a participação de setores da Igreja Católica. A memória construída pelo então Diretor do IEUSP, Azevedo, elide questões importantes e os comprometimentos políticos que determinaram seu encerramento. A reconstrução do episódio busca evidenciar a participação da Igreja Católica na extinção da primeira experiência de formação docente universitária.

Palavras-chave: História da Educação; Fernando de Azevedo; Educação – Catolicismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olinda Evangelhista, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora do Departamento de Estudos Especializados da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

FONTES DOCUMETAIS:

A Ordem, ago. 1930; fev., mar., jun. e jul. 1931; 1932.

AMOROSO LIMA, A. Debates pedagógicos. Rio de janeiro: Schmidt, 1931.

ATHAYDE, T. de (AMOROSO LIMA, Pela social: ensaios. Minas Gerais: Spinola & Fusco, 1931.

AZEVEDO, F. de. A educação na encruzilhada: problemas e discussões; inquérito para o "Estado de S. Paulo". 2.ed. São Paulo: Melhoramentos, 1957.

________. História de minha vida. Rio de Janeiro: José Olympio, 1973.

AZZI, F. As universidades e a vida nacional. In: O problema universitário brasileiro. Rio de Janeiro: A Encadernadora, 1929.

________. A opinião de Francisco Azzi. In: AZEVEDO, F. de. A educação na encruzilhada. 1958.

BACKHEUSER, E. Discurso de Capanema no 10 Congresso Católico de Educação. Revista Brasileira de Pedagogia (Rio de Janeiro), ano I, v.II, n.9-10, out./nov.1934, p.317-8.

_______________. A Moção: educação e sindicato. Revista Brasileira de Pedagogia (Rio de Janeiro), ano I, v.II, n.9-10, out./nov.1934, p.308.

CORRÊA, A. A. Resposta... "educacional". O Estado de S. Paulo, São Paulo, 31/03/1932.

CORRÊA, A. A. Sociologum Habemus. In: O Sr. Fernando de Azevedo, a sua sociologite aguda e do mais que lhe aconteceu... São Paulo: Centro D. Vital, 1936.

EDITORIAL. A Ordem, dez. 1928.

EDITORIAL. A Ordeno dez. 1930.

FRANCA S. J. , Pe. L. O ensino religioso e o ensino leigo. Rio de Janeiro: Schmidt, 1931.

Revista Brasileira de Pedagogia, set. 1934.

Revista da Faculdade de Filosofia e Letras São Bento, mar. 1931.

SÃO PAULO. ESCOLA NORMAL DA CAPITAL. de compromisso de funcionários para a Escola Normal da capital e estabelecimentos anexos, 1930.

SÃO PAULO. INSTITUTO DE EDUCAÇÃO. Termo de compromisso do pessoal docente e administrativo do Instituto de Educação, 1933.

SECÇÃO UNIVERSITÁRIA. A Ordem, jun.1930.

SOUZA CAMPOS, E. de. Estudos sobre o problema universitário. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1938.

_________. História da universidade de São Paulo. São Paulo: Saraiva, 1954.

VAN ACKER, L. Escola nova e comunismo. In: O Sr. Fernando de Azevedo, a sua sociologite aguda e do mais que lhe aconteceu... São Paulo: Centro D. Vital, 1936.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CARDOSO, I. A universidade da comunhão paulista. São Paulo: Cortez/ AA, 1982.

CARVALHO, M. M. C. Molde nacional e fôrma cívica: higiene, moral e trabalho no projeto da ABE (1924-1931). São Paulo, 1986. Tese de Doutoramento. FEUSP.CASALI, A. M. D. Universidade Católica no Brasil: elite intelectual para a restauração da Igreja. São Paulo, 1989. Tese de Doutoramento. PUC/ SP.

EVANGELISTA, O. A formação do professor enz nível universitário no Brasil. O Instituto de Educação da USP (1934-1938), 1997. Tese de doutoramento. PUC/ SP.

MENDONÇA, A. W. P. C Universidade e formação do professor. Uma perspectiva integradora: a Universidade de Educação de Anísio Teixeira. Rio de Janeiro, 1993. Tese de Doutoramento. PUC/RJ.

MORAIS, R. de. História e pensamento na educação brasileira: contribuição de Tristão de Athayde. Campinas: Papirus, 1985.

PENNA, M. L. Fernando de Azevedo: educação e transformação. São Paulo: Perspectiva, 1987.

SCHWARTZMAN, S. et ai. Tempos de Capanema. Rio de Janeiro: Paz e Terra/Sã0 Paulo: EDUSP, 1984.

Downloads

Publicado

2008-08-13

Como Citar

EVANGELHISTA, O. Ação católica docente na década de 1930. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 16, n. 31, p. 9–28, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v16n31a2002-678. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/678. Acesso em: 2 mar. 2024.