Negros em Programas de Pós-Graduação em Filosofia no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v37n79a2023-66009

Palavras-chave:

Desigualdades Raciais, Perfil Discente, Racismo Acadêmico

Resumo

Resumo: O presente artigo analisa a composição étnico-racial dos programas de pós-graduação brasileiros da área de filosofia. O propósito é identificar as características gerais da área e analisar os dados disponíveis sobre as declarações de cor/raça em seus mestrados e doutorados. Espera-se que essas análises sejam úteis para a discussão e proposição de ações afirmativas em tais programas. O resultado obtido evidenciou que negros estão largamente sub-representados na pós-graduação em filosofia. Com efeito, a área é atualmente entre as humanidades a de maior concentração de estudantes declarados brancos. Isto posto, o estudo especula possíveis causas e consequências dessa situação, procurando encontrar caminhos para o enfrentamento efetivo do racismo acadêmico.

Palavras-chave: Desigualdades Raciais; Perfil Discente; Racismo Acadêmico.

Black People in Philosophy Graduate Programs in Brazil

Abstract: The present paper analyzes the ethnic-racial composition of Brazilian graduate programs in the field of philosophy. Its purpose is to identify the general characteristics of the field, and to analyze the available data on color/race in its master’s and doctoral programs. It is hoped that these analyzes will be useful for the discussion and proposition of affirmative actions in such programs. The result obtained showed that blacks are largely underrepresented in Brazilian philosophy graduate schools. Indeed, the field is currently the one with the highest concentration of students declared to be white among all the human sciences in Brazil. With that being said, the study speculates on possible causes and consequences of that situation, seeking to find ways to effectively confront academic racism.

Keywords: Racial Inequalities; Student Profile; Academic Racism.

Schwarze Menschen an Graduiertenprogrammen für Philosophie in Brasilien

Zusammenfassung: Der vorliegende Beitrag analysiert die ethnisch-rassische Zusammensetzung brasilianischer Graduiertenprogramme im Bereich Philosophie. Sein Zweck ist es, die allgemeinen Merkmale des Fachgebiets zu identifizieren und die verfügbaren Daten zu Farbe/Rasse in seinen Master- und Doktoratsprogrammen zu analysieren. Es ist zu hoffen, dass diese Analysen für die Diskussion und den Vorschlag von Maßnahmen positiver Diskriminierung in solchen Programmen nützlich sein werden. Das hier erreichte Ergebnis zeigte, dass Schwarze in den brasilianischen Graduiertenkollegs stark unterrepräsentiert sind. In der Tat ist das Fachgebiet derzeit dasjenige unter allen Humanwissenschaften in Brasilien mit der höchsten Konzentration von Studenten, die als weiß deklariert werden. Vor diesem Hintergrund spekuliert diese Studie über mögliche Ursachen und Folgen dieser Situation und versucht, Wege zu finden, um akademischem Rassismus wirksam entgegenzutreten.

Schlüsselwörter: Rassenungleichheiten; Studierendenprofil; Akademischer Rassismus.

 

Data de registro: 16/06/2022

Data de aceite: 26/10/2022

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Sá Moreira, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Doutorado em Filosofia. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Professor da Universidade Federal Fluminense. E-mail: urbanoia@gmail.com. ID Lattes: http://lattes.cnpq.br/2269235326367932. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-9545-435X

Referências

ARAÚJO, Carolina. Mulheres na Pós-Graduação em Filosofia no Brasil – 2015. ANPOF, 2016. Disponível em: http://anpof.org/portal/images/Documentos/ARAUJOCarolina_Artigo_2016.pdf. Acesso em 16 jun. 2022.

ARAÚJO, Carolina. Quatorze anos de desigualdade: Mulheres na carreira acadêmica de Filosofia no Brasil entre 2004 e 2017. Cadernos de Filosofia Alemã, 24(1), jan.-jul. 2019. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v24i1p13-33 .

BRASIL. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Discentes da Pós-Graduação stricto sensu do Brasil 2017 a 2020. Disponível em: https://dadosabertos.capes.gov.br/organization/diretoria-de-avaliacao. Acesso em 16 jun. 2022.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua: Características gerais dos domicílios e dos moradores 2018. IBGE. 2019. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=2101654. Acesso em: 16 jun. 2022.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). ENADE 2017 - Relatório Síntese de Área - Filosofia (Bacharelado/Licenciatura). Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/relatorios. Acesso em: 16 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria normativa n. 13, de 11 de maio de 2016. Dispõe sobre a indução de Ações Afirmativas na Pós-Graduação, e dá outras providências. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/21520493/do1-2016-05-12-portaria-normativa-n-13-de-11-de-maio-de-2016-21520473. Acesso em: 16 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria n. 545, de 16 de junho de 2020. Revoga a Portaria Normativa MEC nº 13, de 11 de maio de 2016. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-545-de-16-de-junho-de-2020-262147914. Acesso em: 16 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria n. 559, de 22 de junho de 2020. Torna sem efeito a Portaria nº 545, de 16 de junho de 2020. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-559-de-22-de-junho-de-2020-262970520. Acesso em: 16 jun. 2022.

CARVALHO, M.; GONÇALVES, D. O crescimento da pós-graduação em filosofia no Brasil: dados e análises sobre o período 1971-2015. In: DOMINGUES, Ivan; CARVALHO, Marcelo. Pesquisa e pós-graduação em filosofia no Brasil: debates ANPOF de políticas acadêmicas. ANPOF, 2015.

FERES JÚNIOR, J.; CAMPOS, L.; DAFLON, V.; VENTURINI, A. Ação Afirmativa: conceito, história e debates. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2018. DOI: https://doi.org/10.7476/9786599036477 .

RIOS, Flávia; MELLO, Luiz. Estudantes e docentes negras/os nas instituições de ensino superior: em busca da diversidade étnico-racial nos espaços de formação acadêmica no Brasil. Boletim Lua Nova, 15 de novembro de 2019. Disponível em https://boletimluanova.org/estudantes-e-docentes-negras-os-nas-instituicoes-de-ensino-superior-em-busca-da-diversidade-etnico-racial-nos-espacos-de-formacao-academica-no-brasil/. Acesso em: 16 jun. 2022.

Downloads

Publicado

2023-07-31

Como Citar

SÁ MOREIRA, F. Negros em Programas de Pós-Graduação em Filosofia no Brasil. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 37, n. 79, p. 429–454, 2023. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v37n79a2023-66009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/66009. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos