Sobre a Educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v37n79a2023-64886

Palavras-chave:

Educação, Filosofia, Análise Etimológica, Filosofia Da Educação

Resumo

Resumo: Este artigo pretende contribuir para a elucidação da nossa compreensão sobre a educação, sobre os fenômenos e processos educacionais, que constituem uma ocupação e uma preocupação humana fundamental. O método que utilizamos nesta pesquisa consistiu, num primeiro momento, de uma análise etimológica da palavra latina educo, da qual derivou a palavra educação em português, e, num segundo momento, da interpretação de alguns sentidos da palavra educo à luz de algumas ideias da filosofia da educação, encontradas em cada um dos quatro períodos da história da filosofia. Concluímos constatando que, através de nossa análise, pudemos contribuir para expandir os limites do nosso conhecimento sobre a educação.

Palavras-chave: Educação; Filosofia; Análise Etimológica; Filosofia Da Educação.

On Education

Abstract: This article aims to contribute to elucidate our understanding on the education, the educational phenomena and processes, which constitute a fundamental human occupation and preoccupation. The method we used in this research consisted, in a first moment, of an etymological analysis of the latin word educo, of which derived the word educação in Portuguese, and, in a second moment, of the interpretation of some senses of the word educo in light of some ideas of the philosophy of education, found in each one of the four periods of the history of philosophy. We conclude noting that, through our analysis, we could contribute for the expansion of the limits of our knowledge on education.

Key-words: Education; Philosophy; Etymological analysis; Philosophy of Education.

À propos l’Éducation 

Résumé: Cet article vise à contribuer à élucider notre compréhension de l'éducation, des phénomènes et des processus éducatifs, qui constituent une occupation et une préoccupation humaine fondamentale. La méthode utilisée dans cette recherche a consisté, dans un premier temps, en une analyse étymologique du mot latin educo, dont est dérivé le mot éducation en portugais, et, dans un second temps, en l'interprétation de certains sens du mot educo dans le lumière de quelques idées de la philosophie de l'éducation, trouvées dans chacune des quatre périodes de l'histoire de la philosophie. Nous concluons en notant que, par notre analyse, nous avons pu contribuer à repousser les limites de nos connaissances sur l'éducation.

Mots-clés: Éducation; Philosophie; Analyse étymologique; Philosophie de l’Éducation.

Data de registro: 27/02/2022

Data de aceite: 26/10/2022

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Lucas de Lima, Universidade de Pernambuco (UPE).

* Doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Professor Adjunto da Universidade de Pernambuco (UPE), campus Petrolina. E-mail: rafael.lima@upe.br. CV: http://lattes.cnpq.br/2433212907531497. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8093-3569.

Referências

AGOSTINHO. De Magistro. Campinas: Editora Kírion, 2017.

AGOSTINHO. A Cidade de Deus, Parte I. Petrópolis: Vozes; São Paulo: Federação Agostiniana Brasileira; Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 2013a.

AGOSTINHO. A Cidade de Deus, Parte II. Petrópolis: Vozes, 2013b.

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e Aparelhos Ideológicos do Estado. Lisboa: Editorial Presença e Martins Fontes, 1980.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Bauru: EDIPRO, 2009a.

ARISTÓTELES. A Política. Bauru: EDIPRO, 2009b.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A Reprodução: Elementos para uma teoria do sistema de ensino. Petrópolis: Vozes, 2014.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador. v. 1. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador. v. 2. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.

FAÇANHA, Luciano da Silva; CARVALHO, Zilmara de Jesus Viana (Orgs.). Rousseau, Kant & Diálogos. São Luís: EDUFMA, 2019.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 2008.

ILLICH, Ivan. Sociedade sem escolas. Petrópolis: Vozes, 2018.

JAEGER, Werner. Paideía: A formação do homem grego. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

JONAS, Hans. O princípio responsabilidade: Ensaio de uma ética para a civilização tecnológica. Rio de Janeiro: Contraponto; Editora PUC-Rio, 2006.

KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Lisboa: Edições 70, 2008a.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: Que é o Iluminismo? In: A paz perpétua e outros opúsculos. Lisboa: Edições 70, 2008b.

KANT, Immanuel. Sobre a Pedagogia. Lisboa: Edições 70, 2012.

Larousse Dictionnaire. Dictionnaire de poche 2012. Paris: Larousse Dictionnaire, 2011.

LIMA, Rafael Lucas de. John Stuart Mill e o cultivo da individualidade. Natal: EDUFRN, 2017.

Oxford University Press. Oxford Latin Dictionary. Oxford: Oxford University Press, 1968.

PLATÃO. A república. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2008.

PLATÃO. Lois. Platon. Œuvres Complètes. Paris: Éditions Flammarion, 2011.

PLUTARCO. Da educação das crianças. São Paulo: EDIPRO, 2015.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emílio: Ou da Educação. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

SILVA, Tatiane; CUNHA, Marcus Vinicius. A metáfora fundamental da sofística. Educação e realidade, Porto Alegre, v. 46, n. 4, p. 2-21, 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-6236106799.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Tratado lógico-filosófico. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2011a.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2011b.

Downloads

Publicado

2023-07-31

Como Citar

DE LIMA, R. L. Sobre a Educação. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 37, n. 79, p. 375–408, 2023. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v37n79a2023-64886. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/64886. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos