As perspectivas da Educação Inclusiva no curso de Pedagogia: narrativas de professores iniciantes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v36n76a2022-60460

Palavras-chave:

Educação Superior, Educação Inclusiva, Formação de Professores, Práticas Pedagógicas

Resumo

Resumo: Este estudo objetiva analisar as perspectivas de futuros professores em relação às práticas pedagógicas necessárias para a inclusão de alunos com deficiência, assim como a possibilidade de construí-las no cotidiano escolar. Para participar da pesquisa, foram selecionadas dezesseis futuras professoras que estão cursando os últimos semestres do curso de Pedagogia e já atuam como estagiárias na Educação Básica. A pesquisa se fundamenta na abordagem qualitativa e utilizou as narrativas como instrumento da coleta de dados. A partir do processo de análise textual discursiva, identificaram-se três dimensões, com base nas temáticas utilizadas nesse estudo: Educação Inclusiva; Práticas Pedagógicas Inclusivas; Experiência. Os resultados do estudo indicam as experiências das professoras como novas e significativas e que o elemento principal para a transformação da educação inclusiva passa pela necessidade de formação, estudos e trocas de experiências e de constante construção teórico-prática, que se faz mister no processo inclusivo.

Palavras-chave: Educação Superior; Educação Inclusiva; Formação de Professores; Práticas Pedagógicas

The perspectives of Inclusive Education in the Education course: narratives of beginning teachers

Abstract: This study aims to analyze the perspectives of future teachers in relation to the pedagogical practices necessary for the inclusion of students with disabilities, as well as the possibility of building them in the school routine. In order to participate in the research, sixteen future teachers who are attending the last semesters of the Education course and already work as interns in Basic Education were selected. The research is based on a qualitative approach and it uses narratives as an instrument for data collection. From the discursive textual analysis process, three dimensions were identified, based on the themes used in this study: Inclusive Education; Inclusive Pedagogical Practices; Experience. The results of the study indicate the experiences of the teachers as new and significant, and that the main element for the transformation of inclusive education involves the need for training, studies and exchanges of experiences as well as constant theoretical-practical construction, which is essential in the inclusive process.

Keywords: Higher Education; Inclusive Education; Teacher Training; Pedagogical Practices

Las perspectivas de la Educación Inclusiva en el curso de Pedagogía: narrativas de profesores principiantes

Resumen: Este estudio tiene por objetivo analizar las perspectivas de futuros profesores con relación a las prácticas pedagógicas necesarias para la inclusión de alumnos con discapacidad, así como la posibilidad de construirlas en el cotidiano escolar. Para participar de la pesquisa, fueron seleccionadas dieciséis futuras profesoras que están cursando los últimos semestres del curso de Pedagogía y ya actúan como pasantes en la Educación Básica. La investigación se fundamenta en un enfoque cualitativo y utilizó las narrativas como instrumento de recogida de dados. A partir del proceso de análisis textual discursivo, fueron identificados tres dimensiones, con base en las temáticas utilizadas en este estudio: Educación Inclusiva; Prácticas Pedagógicas Inclusivas; Experiencia. Los resultados del estudio indican las experiencias de las profesoras como nuevas y significativas y que el elemento principal para la transformación de la educación inclusiva pasa por la necesidad de formación, estudios y cambios de experiencias además de constante construcción teórico-práctica, que es esencial en el proceso inclusivo.

Palabras clave: Educación Universitaria; Educación Inclusiva; Formación de Profesores; Prácticas Pedagógicas

Data de registro: 14/04/2021

Data de aceite: 19/01/2022

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glaé Corrêa Machado, Centro Universitário Leonardo da Vinci (Uniasselvi)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora no Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI). E-mail: glae.machado@acad.pucrs.br. Lattes: http://lattes.cnpq.br/3820659742723325. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8896-2559.

Andréia Mendes dos Santos, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Doutora em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). E-mail: andreia.mendes@pucrs.br. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9544763044134842. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7013-0239.

Bento Selau da Silva Junior, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. E-mail: bentoselau@unipampa.edu.br. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9239744025327102. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-5792-0284.

Referências

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. In: Obras escolhidas. São Paulo: Brasiliense, 1996. v.1.

BRANDÃO, Carlos. A pergunta a várias mãos: a experiência da pesquisa no trabalho do educador. São Paulo: Cortez, 2003.

CARVALHO, Rosita. Educação Inclusiva: com os pingos nos “is”. 4. ed. Porto Alegre: Mediação, 2006.

CUNHA, Maria Isabel. O professor universitário na transição de paradigmas. Araraquara: J&M Editora, 1998.

DELORS, Jaques. (Org.). Educação - Um Tesouro a Descobrir - Relatório para a Comissão Internacional Sobre Educação para o Século XXI. São Paulo: Cortez, MEC/UNESCO, 1998.

EVANGELISTA, Rosimária Rosa do Nascimento. Formação e atuação de professores de alunos com deficiência. 2019. 164 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 23.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Indignação: Cartas Pedagógicas e outros escritos. 6. ed. São Paulo: UNESP, 2000. https://doi.org/10.1590/S1414-32832001000100016

GAUTHIER, Clermont. et al. Por uma teoria da Pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. 2. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2006.

JOSSO, Marie Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin. Entrevista Narrativa. In: BAUER, Martin; GASKELL, George. Pesquisa Qualitativa com texto, imagem e som – um manual prático. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

LANDIM, Thalita Andressa Barbosa Paes. O pedagogo formado na UnB e a sua atuação na educação inclusiva. 2016. xi, 171 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências profissionais e profissão docente. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MANTOAN, Maria. Caminhos Pedagógicos da Educação Inclusiva. In: GAIO, Roberta; MENEGUETTI, Rosa G. K. Caminhos Pedagógicos da Educação Especial. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

MANTOAN, Maria. Inclusão Escolar: O que é? Por quê? Como fazer? 2. ed. São Paulo: Moderna, 2006.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

MARCELO GARCIA, Carlos. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: NÓVOA, António. (Coord..). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote Instituto de Inovação Educacional, p. 51-76. 1992.

MARQUES, Mario Osório. Conhecimento e Educação. Ijuí: UNIJUÍ, 1988.

MARQUES, Mario Osório. Pedagogia: a ciência do educador. 2. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 1990.

MARQUES, Mario Osório. A formação do profissional de educação. 4. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2003.

MAZZOTTA, Marcos J. S. Educação Escolar: comum ou especial? São Paulo: Pioneira, 1987.

MONTERO, Lourdes. A construção do conhecimento profissional docente. Lisboa: Instituto Piaget, 2001.

NÓVOA, António (Coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote Instituto de Inovação Educacional, 1992.

PIMENTA, Selma (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 1999.

PRIETO, Rosângela Gavioli. Atendimento escolar de alunos com necessidades educacionais especiais: um olhar sobre as políticas públicas de educação no Brasil. In: ARANTES, Valéria Amorim (Org.); MANTOAN, Maria Teresa Eglér; PRIETO, Rosângela Gavioli. Inclusão Escolar: Pontos e Contrapontos. 2. ed. São Paulo: Summus, 2006.

SARMENTO, Manuel Jacinto. A vez e a voz dos professores. Porto: Editora Porto, 1994.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

Downloads

Publicado

2022-05-23

Como Citar

MACHADO, G. C.; SANTOS, A. M. dos; SILVA JUNIOR, B. S. da. As perspectivas da Educação Inclusiva no curso de Pedagogia: narrativas de professores iniciantes. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 36, n. 76, p. 243–269, 2022. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v36n76a2022-60460. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/60460. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Políticas, práticas e culturas inclusivas em contextos universitários distintos