Autores e modos de entrada no discurso: um exame a partir da psicologia do desenvolvimento.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v33n67a2019-47900

Palavras-chave:

Análise do discurso, Formação de professores, psicologia educacional, Estudos foucaultianos, Manuais de ensino

Resumo

O artigo recorre aos escritos de Michel Foucault sobre a análise do discurso, para caracterizar as exigências que se impõem aos intelectuais ao adentrarem uma formação discursiva. Examinam-se as condições requeridas para se ocupar a posição de sujeito do enunciado, bem como as regras subjacentes à formação dos objetos, dos conceitos e à escolha dos temas e teorias, os quais tanto permitem como restringem as possibilidades de formação dos enunciados. A análise incide especificamente sobre os discursos da psicologia destinados aos professores em formação, investigando a hipótese de que, na primeira metade do século XX, o tema do desenvolvimento tratado no âmbito da teoria da recapitulação constituiu uma estratégia recorrente para a formulação de enunciados reconhecidos como verdadeiros.

Palavras-chave: Análise do discurso. Formação de professores, psicologia educacional. Estudos foucaultianos. Manuais de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Laura Godinho de Lima, Universidade de São Paulo (USP)

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo.

Referências

ADRADOS, I. Orientação Infantil. 5. ed., Petrópolis: Vozes, 1983.

BONOW, I. W. Psicologia educacional e desenvolvimento humano. 5. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1972.

CANDIOTTO, C. Foucault e a crítica da verdade. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica; Curitiba: Champagnat, 2013.

CARVALHO, J.S. A produção do fracasso escolar: a trajetória de um clássico. Psicologia USP, São Paulo, 2011, 22 (3), 569-578. https://doi.org/10.1590/S0103-65642011005000023

CASASSANTA, G. Manual de Psicologia Educacional. 2. ed. São Paulo: Editora do Brasil 1955.

CUNHA, M. V. Psicologia da educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

GOULART, I. B. Psicologia da Educação. Petrópolis: Vozes, 1987.

FERREIRA, M. G. Psicologia educacional: análise crítica. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1986.

FISCHER, R. M. B. Trabalhar com Foucault: arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 20. ed. São Paulo: Loyola, 2010.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 7. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2004.

FOUCAULT, M. A história da loucura na Idade Clássica. São Paulo: Perspectiva, 2000.

FOUCAULT, M. O que é um autor? 2. ed, s.l., Vega/Passagens, 1992.

GALVÃO, I. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

GEENEN, H. Compendio de Psychologia. São Paulo: Monteiro Lobato, 1925.

LOURENÇO FILHO, M. B. Introdução ao Estudo da Escola Nova. São Paulo: Melhoramentos, 1930.

MACHADO, R. Ciência e saber: a trajetória da arqueologia de Foucault. 2. ed. Rio de Janeiro, Graal, 1981.

MARQUES, J. C. Compreensão do comportamento: ensaio de psicologia do desenvolvimento e suas pautas para o ensino. Porto Alegre: Globo, 1979.

OLINTO, P. Psicologia. Rio de Janeiro: Guanabara, 1934.

PATTO, M. H. S. A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: T.A. Queirós, 1990.

PIMENTEL, I. Noções de psicologia aplicadas à educação. 6. ed., São Paulo: Melhoramentos, s.d.

REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis: Vozes, 1996.

RIBAS, T.F. Foucault: saber, verdade e política. São Paulo: Intermeios, 2017.

ROSA, M. Psicologia evolutiva. v.1: Problemática do Desenvolvimento. Petrópolis: Vozes, 1983.

SANTOS, T. M. Noções de Psicologia Educacional. 6. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1955

SILVA, V. B. Saberes em viagem nos manuais pedagógicos: construções da escola em Portugal e no Brasil (1870-1970). São Paulo: Unesp, 2018. https://doi.org/10.18616/rsp.v2i2.4248 https://doi.org/10.18616/rsp.v3i1.4578

TAILLE, Y.; OLIVEIRA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 17. ed. São Paulo: Summus, 1992.

VEIGA-NETO, A. Foucault & a Educação. 3. ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

Downloads

Publicado

2019-12-18

Como Citar

Lima, A. L. G. de. (2019). Autores e modos de entrada no discurso: um exame a partir da psicologia do desenvolvimento. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 33(67), 109–139. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v33n67a2019-47900

Edição

Seção

Dossiê Intelectuais entre a educação, a ciência e a política: abordagens