MEMÓRIAS DE DIRETORES: ENTRE PRÁTICAS E HISTÓRIAS DO COTIDIANO ESCOLAR

Autores

  • João Pedro Pezzato
  • Joyce Mary Adam de Paula e Silva
  • Magali de Fátima Dias Borges
  • Maria Isabel Nogueira Tuppy

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v21n41a2007-257

Palavras-chave:

Memória, Política pedagógica, Práticas

Resumo

O presente artigo consiste no registro de memórias de um diretor e de uma diretora que atuaram em escolas públicas de M inas Gerais, e na análise de suas narrativas. O objetivo foi captar suas representações sobre as práticas administrativas e pedagógicas rememoradas dos anos de exercício profissional (1960 a 1990). Com a metodologia da história oral, nossa investigação buscou construir uma interpretação a respeito de atitudes, posturas e práticas enraizadas nos rituais da escola contemporânea. Pudemos observar que no período estudado havia uma política extremamente centralizada, cujas diretrizes eram difundidas pelos órgãos centrais da administração burocrática. O trabalho de gestão das unidades escolares era pautado, principalmente, pelo controle do cumprimento das normas estabelecidas pela política pública de educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Pedro Pezzato

Doutor em Educação e professor da disciplina Prática de Ensino de Geografia do curso de Geografia da UNESP- Rio Claro.

Joyce Mary Adam de Paula e Silva

Doutora em Educação e professora da disciplina Políticas Públicas do curso de Pedagogia da UNESP- Rio Claro

Magali de Fátima Dias Borges

M estre em Educação, diretora e professora da rede pública de municípios do Sul de M inas Gerais

Maria Isabel Nogueira Tuppy

Doutora em Educação e professora do curso de Pedagogia da UNESP- Rio Claro

Downloads

Publicado

2008-03-27

Como Citar

Pezzato, J. P., de Paula e Silva, J. M. A., Dias Borges, M. de F., & Tuppy, M. I. N. (2008). MEMÓRIAS DE DIRETORES: ENTRE PRÁTICAS E HISTÓRIAS DO COTIDIANO ESCOLAR. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 21(41), 135–154. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v21n41a2007-257