O PROBLEMA DA FUNDAMENTAÇÃO DA ÉTICA NA FILOSOFIA DE SCHOPENHAUER

Autores

  • Jacqueline de Oliveira Moreira

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v20n40a2006-248

Palavras-chave:

Schopenhauer, Moralidade, Vontade, Egoísmo

Resumo

O presente artigo visa apresentar a concepção ética de Schopenhauer refletindo, primeiramente, sobre a ineficácia da razão no campo da moralidade. Para o filósofo o fundamento da ação moral está no sentimento da compaixão. E esse, por sua vez, só é possível mediante a percepção da verdade metafísica da unidade entre todas as coisas. Ultrapassando o véu de Maia do mundo fenomênico, através da abolição do egoísmo e negação da vontade individual, o homem encontra como princípio último do universo a Vontade, sendo que esse ato de abnegação desvela o verdadeiro princípio ético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacqueline de Oliveira Moreira

Doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2008-03-27

Como Citar

Moreira, J. de O. (2008). O PROBLEMA DA FUNDAMENTAÇÃO DA ÉTICA NA FILOSOFIA DE SCHOPENHAUER. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 20(40), 207–241. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v20n40a2006-248