DELIMITAÇÃO DA ANÁLISE EXISTENCIAL DA MORTE

Autores

  • Elvis Pisetta

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v20n40a2006-243

Palavras-chave:

Ser-para-a-morte. Existência. Vida. Morrer.

Resumo

O propósito deste trabalho é muito simples: localizar ou delimitar uma análise existencial da morte em relação a algumas outras abordagens do mesmo fenômeno. Com isso pretende-se não apenas ampliar nossa compreensão acerca da morte, mas acessar filosoficamente o conceito existencial de ser-para-a-morte, desenvolvido na obra Ser e tempo de M. Heidegger. Para tanto, tomaremos por base o pensamento deste autor, principalmente o do §49 de Ser e tempo que se ocupa desta problemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elvis Pisetta

Doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

Downloads

Publicado

2008-03-27

Como Citar

PISETTA, . E. DELIMITAÇÃO DA ANÁLISE EXISTENCIAL DA MORTE. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 20, n. 40, p. 81–109, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v20n40a2006-243. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/243. Acesso em: 23 fev. 2024.