Relatório de uma discussão de um seminário sobre o tractatus de Wittgenstein

Autores

  • Márcio Chaves-Tannús Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v2n3a1987-2077

Palavras-chave:

Wittigenstein, Relatório, Tractatus

Resumo

De acordo com o regimento da revista Educação e Filosofia, um de seus objetivos é "veicular textos de caráter científico e didático nas áreas. . ." de educação e filosofia. Nos seminários e atividades acadêmicas afins, a importância do aprendizado e da prática da redação de relatórios de discussões advém, sobretudo, de sua eficácia como instrumento de controle e fixação dos resultados do trabalho em equipe. Apesar de sua utilidade, contudo, praticamente inexistem textos publicados com a finalidade de mostrar o que é, ou pode ser, um relatório de discussão. O texto que ora apresento é a tradução, com várias modificações, de um original alemão que pretende relatar a discussão ocorrida no dia 17 de novembro de 1980 em um seminário do Curso de Filosofia da Freie Universitaet - Berlin. A obra que serviu de base à discussão foi o Tractatus bgico-phibsophicus de Ludwig Mttgenstein. A edição, objeto de minhas referências no relatório é da Suhrkamþ, Frankfurt, 1976. Devido à diversidade de fonas que pode assumir um bom relatório, meu objetivo não é o de estabelecer um padrão. O que desejo é oferecer um exemplo que, se consultado, poderá se mostrar útil. [...]

Palavras-chave: Relatório; Tractatus; Wittgenstein.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Chaves-Tannús, Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Professor no Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

CHAVES-TANNÚS, M. Relatório de uma discussão de um seminário sobre o tractatus de Wittgenstein. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 2, n. 3, p. 109–112, 2009. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v2n3a1987-2077. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/2077. Acesso em: 26 fev. 2024.