A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO GOVERNO LULA E SEUS DESDOBRAMENTOS NO GOVERNO DILMA

Autores

  • Marcelo Soares Pereira da Silva UFU
  • Sarita Medina da Silva UFU

Palavras-chave:

Formação de Professores, Política Educacional, Governos Lula e Dilma

Resumo

Este estudo analisa as políticas implementadas no campo da formação dos profissionais educação ao longo do governo Lula e início do governo Dilma, de modo a apreender os contornos, fundamentos e diretrizes que balizaram estas políticas. Toma como fonte de dados documentos oficiais produzidos pelo governo federal, ao mesmo tempo em que debruça sobre o arcabouço no Brasil. Situa os encaminhamentos e debates em torno das principais propostas e políticas educacionais implementadas no período e evidencia as contradições, limites e possibilidades que o quadro atual apresenta na perspectiva da construção de um efetivo regime de colaboração no campo da formação dos profissionais da educação.

Referências

 

ABRUCIO, Fernando Luiz. Trajetória recente da gestão pública brasileira: um balanço crítico e a renovação da agenda de reformas. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 41, n. spe, 2007 . Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003476122007000700005&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 24/04/2011.

BRASIL. Constituição Federal. Brasília, DF: Senado, 1988. Disponível em: www.planalto.gov.br. Acesso em 20 de jul. de 2009.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. p. 27894.

BRASIL. Lei n. 11.274, 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o ensino fundamental, com matrícula obrigatória a partir dos 6 (seis) anos de idade. Disponível em: www.planalto.gov.br. Acesso em 20 de jul. de 2009.

_______. Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; altera a Lei no 10.195, de 14 de fevereiro de 2001; revoga dispositivos das Leis nos 9.424, de 24 de dezembro de 1996, 10.880, de 9 de junho de 2004, e 10.845, de 5 de março de 2004; e dá outras providências. Disponível em: <www.planalto. gov.br.>. Acesso em: 20 mar. 2012.

_______. Decreto nº 6755, de 06 de agosto de 2009. Institui a Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica, disciplina a atuação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES no fomento a programas de formação inicial e continuada, e dá outras providências. Disponível em: <www.planalto.gov. br>. Acesso em: 20 mar. 2012.

_______. Decreto 7.219, de 24 de junho de 2010. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID e dá outras providências. Disponível em: <www.planalto.gov.br>. Acesso em: 20 mar. 2012.

BRASIL. Lei No. 11.502, de 11 de julho de 2007. Modifica as competências e a estrutura organizacional da fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, de que trata a Lei no 8.405, de 9 de janeiro de 1992; e altera as Leis nos 8.405, de 9 de janeiro de 1992, e 11.273, de 6 de fevereiro de 2006, que autoriza a concessão de bolsas de estudo e de pesquisa a participantes de programas de formação inicial e continuada de professores para a educação básica. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Lei/L11502.htm. Acesso em 25/04/2012.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. O Plano de Desenvolvimento da Educação: razões, princípios e programas. Disponível em: http://portal. mec.gov.br/arquivos/livro/index.htm. . Acesso em 25/04/2012.

COUTO, Cláudio Gonçalves. Análise: O governo Lula e a ascensão de classes no Brasil. Disponível em http://noticias.uol.com.br/ politica/2011/01/03/analise-o-governo-lula-e-a-ascensao-de-classes-nobrasil. jhtm. Acesso em 25/04/2012.

DOURADO, Luiz Fernades. POLÍTICAS E GESTÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA: NOVOS MARCOS REGULATÓRIOS? In.: Educação e Sociedade, Campinas, vol. 29, n. 104 - Especial, p. 891-917, out. 2008 891. Disponível em <http://www.cedes.unicamp.br> Acesso 25/04/2012.

FREITAS, Helena Lopes da Costa. Certificação docente e formação do educador: regulação e desprofissionalização HELENA COSTA LOPES DE FREITAS. In.: Educação e Sociedade, Campinas, vol. 24, n. 85, p. 1095-1124, dezembro 2003. Disponível em <http://www.cedes.unicamp. br>. Acesso 25/04/2012.

OLIVEIRA, Rosimar de Fátima. As políticas educacionais entre o FUNDEF e o FUNDEB. Disponível em: www.anpae.org.br/congressos_ antigos/simposio2009/311.pdf Acesso em 30 de jul. de 2009.

PARTIDO DOS TRABALHADORES. Concepção e Diretrizes do Programa de Governo do PT para o Brasil - 2002. Disponível em http://www.fpabramo.org.br/uploads/concepcaoediretrizesdoprog.pdf. Acesso em 25/04/2011.

Data de registro : 02/08/2012

Data de aceite : 19/09/2012

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Soares Pereira da Silva, UFU

Professor da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas.

Sarita Medina da Silva, UFU

Professora da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2013-04-10

Como Citar

Silva, M. S. P. da, & Silva, S. M. da. (2013). A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO GOVERNO LULA E SEUS DESDOBRAMENTOS NO GOVERNO DILMA. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 26(2012Esp). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/17703