Schelling e Steiner: da essência da liberdade humana ao individualismo ético

Autores

  • Jonas Bach Junior
  • Tania Stoltz UFPR
  • Marcelo da Veiga Alanus Hochschule

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v28n55a2014-p423-443

Palavras-chave:

Liberdade. Individualismo ético. Pedagogia Waldorf.

Resumo

*Doutorado em Educação na UFPR, com bolsa sanduíche do programa Capes/DAAD com estágio na Alanus Hochschule (Alemanha).

**Doutora em Educação pela PUC-SP. Professora Associado II da UFPR.

 ***Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Professor dos cursos de Ciências Contábeis e Economia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Professor do curso de especialização em Gestão Tributária da PUC-PR.

Schelling e Steiner: da essência da liberdade humana ao individualismo ético

Resumo: Este artigo apresenta o conceito de liberdade em Schelling e suas influências na concepção de individualismo ético em Steiner. Schelling explorou nos princípios primordiais da concepção do si-mesmo a essência da liberdade humana. Steiner partiu deste ponto, mas considerou a razão como insuficiente para acessar seguramente o si-mesmo. Para Steiner, a qualidade da consciência que apreende o real do si-mesmo é o pensar intuitivo, que pressupõe um processo de observação fenomenológica da consciência. Este é o ponto de partida do seu individualismo ético, que tornou-se o referencial evolutivo de sua concepção de educação, a Pedagogia Waldorf.

Palavras-chave: Liberdade. Individualismo ético. Pedagogia Waldorf.

Schelling e Steiner: da essência da liberdade humana ao individualismo ético

Abstract: This paper introduces the concept of freedom in Schelling and its influence on the conception of ethical individualism in Steiner. Schelling explored the essence of human freedom in the overriding principle of the conception of the self. Steiner departed this point, but considered the reason as insufficient to access securely the self. For Steiner, the quality of consciousness that perceives the real self is intuitive thinking, which presupposes a process of phenomenological observation of consciousness. This is the starting point of his ethical individualism, which became the evolving reference of his conception of Waldorf education.

Keywords: Freedom. Ethical individualism. Waldorf Education.

Data de registro: 15/03/2012   

Data de aceite: 19/06/2013

Referências:

BAUMAN, Zygmunt. Ética pós-moderna.Tradução João Rezende Costa. São Paulo: Paulus, 1997.

DELEUZE, Gilles. Mil platôs:capitalismo e esquizofrenia. v. 3. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1996.

SCHELLING, Friederich W. J. A essência da liberdade humana:investigações filosóficas sobre a essência da liberdade humana e das questões conexas. Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.

SIJMONS, Jaap. Phänomenologie und Idealismus:Struktur und Methode der Philosophie Rudolf Steiners. Basel, Suíça: Schwabe Verlag, 2008.

STEINER, Rudolf. Die Rätsel der Philosophie:in ihrer Geschichte als Umriss dargestellt. Dornach, Suíça: Rudolf Steiner Verlag, 1955.

________. A obra científica de Goethe. São Paulo: Associação Pedagógica Rudolf Steiner, 1980.

________. A filosofia da liberdade:fundamentos para uma filosofia moderna: resultados com base na observação pensante, segundo método das ciências naturais. São Paulo: Antroposófica, 2000.

________. O método cognitivo de Goethe:linhas básicas para uma gnosiologia da cosmovisão goethiana. São Paulo: Antroposófica, 2004.

________. Minha vida:a narrativa autobiográfica do fundador da Antroposofia. São Paulo: Antroposófica, 2006.

VEIGA, Marcelo da. Experiência, pensar e intuição:introdução à fenomenologia estrutural. São Paulo: Cone Sul, 1998.

________. Filosofia da liberdade e noociência. In: MIKLÓS, Andreas A. W. (Org.). A dissociação entre homem e natureza:reflexos no desenvolvimento humano. São Paulo: Antroposófica; Botucatu: Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, 2001.

________. Rationalität und Intuition. In: SCHIEREN, Jost (Hrsg.). Rationalität und Intuition in philosophischen und pädagogischen Perspektive.Frankfurt, Deutschland: Peter Lang, 2008.

WELBURN, Andrew J. A filosofia de Rudolf Steiner e a crise do pensamento contemporâneo. São Paulo: Madras, 2005.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jonas Bach Junior

Doutorado em Educação na UFPR, com bolsa sanduíche do programa Capes/DAAD com estágio na Alanus Hochschule (Alemanha). E-mail: jonasbachjr@yahoo.com.br

Tania Stoltz, UFPR

Doutora em Educação pela PUC-SP. Professora Associado II da UFPR. E-mail: tstoltz@ufpr.br

Marcelo da Veiga, Alanus Hochschule

Doutor em Filosofia pela Universidade de Duisburg.  Reitor da Alanus Hochschule. Professor dos cursos de Ciências Contábeis e Economia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. E-mail: mdv@alanus.edu

Downloads

Publicado

2014-09-23

Como Citar

Bach Junior, J., Stoltz, T., & da Veiga, M. (2014). Schelling e Steiner: da essência da liberdade humana ao individualismo ético. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 28(55), 423–443. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v28n55a2014-p423-443