CUNHA, Luiz Antônio. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: FLACSO, 2005. 270 p.

Autores

  • Renata Cristiane Romanini de Oliveira Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG
  • José Geraldo Pedrosa Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v27n54a2013-14411

Palavras-chave:

História da Educação Profissional, Ensino Profissional, Trabalho, Industrialismo

Resumo

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: FLACSO, 2005. 270 p.

           Apresentado originalmente em 1999 para o Projeto Replanfor, da Secretaria de Formação e Desenvolvimento Profissional, do Ministério do  Trabalho, e incorporado como parte dos trabalhos sobre o tema que o autor vem desenvolvendo desde 1972, quando da defesa de sua dissertação de mestrado, o livro é uma relevante contribuição para os estudos sobre a história da educação profissional no Brasil. Constitui o terceiro volume da trilogia publicada pelo autor sobre o ensino técnico-profissional, antecedido das seguintes obras: O ensino de ofícios artesanais e manufatureiros no Brasil escravocrata (2000) e O ensino de ofícios nos primórdios da industrialização (2000).

          O livro retrata o desenvolvimento da educação profissional brasileira, no período que vai do Governo Provisório pós-1930 até ao fim do século XX. Numa continuidade de sua extensa produção historiográfico[1]educacional e partindo de um posicionamento teórico-metodológico crítico, Cunha consegue captar as vicissitudes do movimento histórico do trabalho e da educação para o trabalho no Brasil no período correspondente, embora muitas vezes se referindo ao Brasil acabe generalizando e dando ênfase aos grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro.

         Cunha parte do ensino orientado pela força de trabalho industrial e manufatureira para abordar o ensino profissional, demonstrando que a constituição deste “grande aparato educacional” não é um processo linear e homogêneo. O autor busca reconstruir a lógica interna às políticas educacionais, descrevendo com exatidão a legislação correspondente, explicada por suas implicações ideológicas e disputas hegemônicas que se desenvolveram no campo educacional. Além das mudanças ocorridas no processo produtivo, o autor também descreve como os protagonistas envolvidos com o ensino profissional as encararam. Este livro culmina com a apresentação de um campo educacional marcado por conflitos, sobretudo no que diz respeito ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), instituição que o autor dá atenção especial. [...]

Data de registro:13/02/2012

Data de aceite:03/10/2012

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Cristiane Romanini de Oliveira, Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG

Mestranda em Educação Tecnológica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica(CEFET/MG) e integrante do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos de Memória, História e Espaço (NEMHE).  Licenciada em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (2006). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, tecnologias digitais, inclusão digital, educação a distância e arte-educação.

José Geraldo Pedrosa, Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG

Doutor em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Professor do curso de Mestrado em Educação no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET/MG).  Pós doutorado em Geografia (UFMG). 

Referências

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: FLACSO, 2005. 270 p. https://doi.org/10.7476/9788539303021

Downloads

Publicado

2013-07-16

Como Citar

ROMANINI DE OLIVEIRA, R. C.; PEDROSA, J. G. CUNHA, Luiz Antônio. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: FLACSO, 2005. 270 p. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 27, n. 54, p. 755–760, 2013. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v27n54a2013-14411. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/14411. Acesso em: 14 jul. 2024.