ORIGEM E DISTRIBUIÇÃO DA ARTÉRIA CELÍACA EM AVES (Gallus gallus domesticus) DA LINHAGEM AVIAN 48

Autores

  • Fernanda Sacilotti de Carvalho UFU
  • Renato Souto Severino UFU
  • Flávia Cristina Queiroz Rinaldi UFU
  • Thaís Aparecida Silva UFU
  • Sidney Alcantara Pereira

Palavras-chave:

Artéria celíaca, aves, avian 48

Resumo

Estudou-se a origem e a distribuição da artéria celíaca em 30 matrizes de corte da linhagem Avian 48 (Gallus gallus domesticus) com aproximadamente 8 semanas de idade provindas de granjas do município de Uberlândia-MG. As aves tiveram seus vasos arteriais preenchidos com solução aquosa (50%) de Neoprene Látex "450", corada com pigmento específico e a seguir foram fixadas em solução aquosa de formaldeído a 10%. A artéria celíaca originou-se do primeiro ramo ventral da artéria aorta abdominal, dirigindo-se para o antímero direito da cavidade celomática. Em seu trajeto enviou ramos ao esôfago (76,66%), saco pericárdico (93,33%), proventrículo (100%), ventrículo (100%), baço (100%), fígado (100%), vesícula biliar (100%), pâncreas (100%), duodeno (100%), jejuno (100%), íleo (100%) e cecos (100%).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-05-23

Como Citar

Sacilotti de Carvalho, F., Souto Severino, R., Queiroz Rinaldi, F. C., Aparecida Silva, T., & Alcantara Pereira, S. (2013). ORIGEM E DISTRIBUIÇÃO DA ARTÉRIA CELÍACA EM AVES (Gallus gallus domesticus) DA LINHAGEM AVIAN 48. Veterinária Notícias, 17(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/19004