ORIGENS E DISTRIBUIÇÕES DAS ARTÉRIAS MESENTÉRICAS CRANIAL E CAUDAL EM AVES Gallus gallus POEDEIRAS DA LINHAGEM DEKALB WHITE

Autores

  • SILVA, F.O.C. FAMEV - UFU
  • MIRANDA, R.L. FAMEV - UFU
  • BONATO, G.L. FAMEV - UFU
  • SANTANA, J.A. FAMEV - UFU
  • GARCIA, L.A.D. FAMEV - UFU
  • VASCONCELOS, B.G. FAMEV - UFU
  • RODRIGUES, P.B. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Artérias mesentéricas cranial e caudal, origem, distribuição, Gallus gallus.

Resumo

Foram utilizados 30 exemplares da espécie Gallus gallus linhagem Dekalb White obtidos de mortes naturais e com idade aproximada de 70 semanas, objetivando as caracterizações morfológica e anatômica das artérias mesentéricas cranial e caudal, as quais constituem uns dos vasos responsáveis pela irrigação intestinal destas aves, estando ligadas ao ganho de peso e conversão alimentar. O sistema arterial foi injetado com solução aquosa de Neoprene Látex "450â€? a 50%, via artéria isquiática esquerda. As aves foram dissecadas após 48 horas de fixação em solução aquosa de formol a 10%. Através dos resultados concluiu-se que as artérias estudadas originaram da artéria aorta descendente, sendo que a artéria mesentérica cranial emitiu uma artéria ileocecal, que irrigou os cecos direito e esquerdo e íleo; 6 a 19 artérias jejunais e 1 a 5 artérias ileais. Com relação à artéria mesentérica caudal, observou-se o envio de um ramo cranial, que anastomosou-se com ramos da artéria mesentérica cranial e, um ramo caudal, que irrigou reto, cloaca e bolsa cloacal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

F.O.C., S., R.L., M., G.L., B., J.A., S., L.A.D., G., B.G., V., & P.B., R. (2008). ORIGENS E DISTRIBUIÇÕES DAS ARTÉRIAS MESENTÉRICAS CRANIAL E CAUDAL EM AVES Gallus gallus POEDEIRAS DA LINHAGEM DEKALB WHITE. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18775

Edição

Seção

Artigos