ARTÉRIAS DAS GLÂNDULAS TIREÓIDES EM AVESTRUZES (Struthio camelus)

Autores

  • Cheston César Honorato Pereira Faculdade de Medicina Veterinária da Faculdade de Rio Verde
  • Angelita das Graças de Oliveira Honorato
  • Juliana França Ortega FAMEV / UFU
  • Frederico Ozanam Carneiro e Silva FAMEV / UFU
  • Rozana Cristina Arantes
  • Andréa Cruvinel Rocha Silva

Palavras-chave:

Glândula Endócrina, Irrigação, Ratita

Resumo

Estudou-se as artérias destinadas às glândulas tireóides, abordando seu número, origem e ordenação em 30 avestruzes (Struthio camelus), com até 30 dias de idade, de ambos os sexos. Injetou-se na artéria isquiática direita das aves Neoprene látex 450 corados e foram fixadas em solução aquosa de formol a 10%. As glândulas encontravam-se na extremidade cranial da cavidade celomática, mantiveram sintopia com o nervo vago, veia jugular e artéria carótida comum. Receberam colaterais das artérias: carótida comum, esofágica ascendente, traqueal ascendente, subclávia, esofagotraqueobronquial e comum do nervo vago. O número de vasos variou de um a cinco e foram denominadas artérias tireóideas, tireóidea cranial, média cranial, média, média caudal e caudal para ambos os antímeros. Os vasos estiveram presentes no antímero direito, em 28 (93,3%) casos nomeados tireóideas cranial, nove (30%) como média cranial, 12 (40%) como média, nove (30%) como média caudal e 28 (93,3%) como caudal, e no esquerdo em 27 (90%) com o nome de tireóideas cranial, seis (20%) como média cranial, 12 (40%) como média, seis (20%) como média caudal e 27 (90%) casos como caudal. A artéria tireóidea foi observada em dois (6,6%) casos no antímero direito e em três (10%) no antímero esquerdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cheston César Honorato Pereira, Faculdade de Medicina Veterinária da Faculdade de Rio Verde

Médico Veterinário. Professor Titular. Mestre. Faculdade de Medicina Veterinária da Faculdade de Rio Verde.

Angelita das Graças de Oliveira Honorato

Médica Veterinária. Mestre. Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia.

Juliana França Ortega, FAMEV / UFU

Médica Veterinária. Mestranda. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia.

Frederico Ozanam Carneiro e Silva, FAMEV / UFU

Médico Veterinário. Professor Titular. Doutor. Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia.

Rozana Cristina Arantes

Médica Veterinária. Mestranda. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia.

Andréa Cruvinel Rocha Silva

Médica Veterinária. Faculdade de Medicina Veterinária da Faculdade de Rio Verde.

Downloads

Publicado

2013-07-18

Como Citar

Honorato Pereira, C. C., de Oliveira Honorato, A. das G., França Ortega, J., Ozanam Carneiro e Silva, F., Arantes, R. C., & Cruvinel Rocha Silva, A. (2013). ARTÉRIAS DAS GLÂNDULAS TIREÓIDES EM AVESTRUZES (Struthio camelus). Veterinária Notícias - Vet Not, 18(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18980