IRRIGAÇÃO DO TIMO EM AVES (Gallus gallus domesticus) DA LINHAGEM HUBBARD

Autores

  • Cheston Cesar Honorato Pereira Fundação Pinhalense de Ensino - Faculdade de Medicina Veterinária
  • Pedro Primo Bombonato FMVZ - USP
  • Frederico Ozanam Carneiro e Silva FAMEV - UFU
  • Angelita das Graças de Oliveira Honorato UFU - FAMEV

Palavras-chave:

anatomia, timo, irrigação, aves, Linhagem Hubbard

Resumo

Estudou-se o número de lobos e as origens das artérias, que irrigaram o timo em 30 aves, Gallus gallus domesticus, da linhagem Hubbard, mediante injeção de solução aquosa de Neoprene látex "450â€? corada e posterior dissecação. Os resultados nos permitiram as seguintes conclusões: 1) O número de lobos tímicos para o antímero direito variou de 4 a 13, e para o antímero esquerdo e de 3 a 11; 2) Os vasos destinados ao timo originaram-se diretamente da artéria comum do nervo vago, das artérias tireóideas cranial e caudal, artéria cervical cutânea ascendente e artérias esofágicas ascendentes direita e esquerda; 3) Os lobos tímicos direitos receberam independentemente de sua origem, de 5 a 19 ramos vasculares. Quanto aos lobos tímicos esquerdos notou-se serem irrigados por 7 a 18 ramos; 4) O número de ramos penetrantes para os lobos tímicos do antímero direito variou de 8 a 25 ramos, enquanto o do antímero esquerdo de 9 a 22 ramos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-10-14

Como Citar

Honorato Pereira, C. C., Primo Bombonato, P., Ozanam Carneiro e Silva, F., & das Graças de Oliveira Honorato, A. (2008). IRRIGAÇÃO DO TIMO EM AVES (Gallus gallus domesticus) DA LINHAGEM HUBBARD. Veterinária Notícias, 14(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18880

Edição

Seção

Artigos