v. 2 n. 2 (2021): Circuitos Experimentais e Alternativos de Produção, Instauração e Circulação da Imagem e do Objeto Artístico
Circuitos Experimentais e Alternativos de Produção, Instauração e Circulação da Imagem e do Objeto Artístico

Esta edição reúne artigos submetidos em fluxo contínuo e artigos da chamada temática Circuitos experimentais e alternativos de produção, instauração e circulação da imagem e do objeto artístico que tem a organização de Almerinda Lopes (UFES) e Marco Pasqualini de Andrade (UFU). O dossiê dedica-se às reflexões desencadeadas na arte a partir de questionamentos e transformações, ocorridas no após segunda guerra e na esteira dos movimentos pela paz, por liberdade democrática, pela ampliação dos direitos civis, igualdade de gênero, quebra dos tabus sexuais, oposição ao poder patriarcal. Essas e outras reivindicações ganharam força entre jovens intelectuais, ativistas universitários, nas pautas dos movimentos hippie e feminista, culminando na contracultura.  Em meio a essa onda de contestação e rebeldia surgia o fenômeno da “desmaterialização” do objeto artístico (na conceituação de Lucy Lippard), que produziu a hibridização das linguagens, gerando mudanças na morfologia, na estética, na materialidade e nos próprios conceitos de arte e de artista. Nesse recorte os organizadores convidaram pesquisadores a ampliar a discussão sobre as transformações e os novos estatutos contemporâneos da imagem nas artes visuais, bem como os modos de sua inserção e circulação. 

Capa por Paulo Mattos Angerami a partir da obra de Alexandre Melay, “MIND”, pintura em laca sobre tela e letras de plástico, 46 x 38 x 2.5 cm, 2016. Image: © Alexandre Melay.

Editorial

Revista Estado da Arte
348-349
Editorial v.2 n.2
PDF

Expediente

Revista Estado da Arte
337-347
Expediente

Edição completa

Edição completa