Educação para o trabalho e educação para a cidadania

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v11n3a2022-64470

Palavras-chave:

Trabalho, Desemprego, Cidadania Passiva, Educação, Cidadania Ativa

Resumo

Este ensaio teórico trata das finalidades relativas à educação para o trabalho e cidadania previstas na Base Nacional Comum Curricular. Ele tem por objetivo apresentar uma análise interpretativa delas. A principal inferência alcançada é de que a educação para o trabalho aí inserida se fundamenta num conceito de modo de produção já superado. Quanto à educação para a cidadania verifica-se a inexistência de um significado de cidadania a ser seguido em cada uma das áreas que fazem parte da referida base.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BÁRCENAS, Fernando. El Oficio de La Ciudadanía. Barcelona: Paidós, 1997.

BLUM, Bárbara. Automatização do Trabalho é História de Erosão da Classe Média. Folha de São Paulo, S. Paulo, p. A22, 26 dez. 2020.

CARANÇA, Thais. Crescimento Sem Emprego Veio Para Ficar, Diz Sociólogo Italiano Domenico de Masi. BBC News Brasil, 11 de dezembro de 2021.

CARVALHO, Letícia. Pesquisa da UNB Mostra que 30 Milhões de Emprego Serão Substituídos por Robôs até 2026. G1.DF, 3 de fevereiro de 2019. Disponível em https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2019/02/03/pesquisa-da-unb-mostra-que-30-milhoes-de-empregos-serao-substituidos-por-robos-ate-2026.ghtml. Acesso em: 20 jan. 2020.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

COLOMBO, Sylvia. Democracia Está em Risco na América Central e Crise não Surgiu do Dia para a Noite. Folha de São Paulo, S. Paulo, p. A13, 1 ago. 2021.

DIAS, Vagner. Considerações Acerca dos Impactos Trazidos a Partir dos Fenômenos da Pós-Modernidade e da Globalização no Sistema de Ensino brasileiro. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, v. 7, n. 4, p. 908-9d18, abr. 2021. DOI: https://doi.org/10.51891/rease.v7i4.1032.

FELDMANN, Paulo. Seu Emprego Vai Para um Robô. Folha de São Paulo, S. Paulo, Ilustríssima, p. 4, 29 jul. 2018.

GOTARDO, Cleissiane e FAVARO, Neide. Escola Pública: Origens e Funções no Período da Revolução Industrial Inglesa. Horizontes-Revista de Educação-MS, v. 7, n. 13, p. 37-54, jan./jun. 2019. DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v7i13.9122.

GRAMSCI, Antonio. Os Intelectuais e a Organização da Cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

HERNANDES, Raphael. Robôs Serão Colegas de Trabalhadores Afirma Especialista. Folha de São Paulo, S. Paulo, p. A19, 13 mar. 2021.

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e Estratégia Socialista: Por Uma Política Democrática Radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

LIMA. João. O Bom Aluno Foi Para a Turma do Fundão. O Estado de São Paulo, S. Paulo, p. A8, 24 abr. 2021.

LYOTARD, Jean-François. A Condição Pós-Moderna. São Paulo: Jose Olympio, 2002.

PINTO, Ana. Mundo Vive Onda de Recuo Democrático Aponta Estudo. Folha de São Paulo, S. Paulo, p. A11, 13 set. 2020.

POULANTZAS, Nicos. O Estado, O Poder, O Socialismo. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

POURTOIS, Jean Pierre e DESMET, Huguette. Educação Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 1999.

REDE EURYDICE. The Structure of the European Education Sistems. European Commission, Luxenbourg, 2017.

SADER, Emir. Pós-Neoliberalismo. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

SANTOS, Boaventura. Democratizar a Democracia: Os Caminhos da Democracia Participativa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

ZEVITSKY, Steven; ZIBLATT, Daniel. Como as Democracias Morrem. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

ZOVATTO, Daniel. Sistema em Ruptura. O Estado de São Paulo, S. Paulo, p. A14, 5 set. 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-13

Como Citar

Ludwig , A. C. W. (2022). Educação para o trabalho e educação para a cidadania . Revista Educação E Políticas Em Debate, 11(3), 1151–1166. https://doi.org/10.14393/REPOD-v11n3a2022-64470

Edição

Seção

ENSAIO TEÓRICO