Metodologia comparada: percepções para formação docente acerca de conjuntos numéricos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v10n2a2021-56017

Palavras-chave:

Ensino Médio, Resolução de problemas, Formação continuada, Educação Matemática, Ensino da Matemática

Resumo

Essa pesquisa foi desenvolvida no Programa de Pós-Graduação de Ensino de Ciências e Matemática da Univerisdade Federal de Uberlândia e tem como objetivo analisar as práticas pedagógicas dos docentes que atuam no 1º ano do Ensino Médio, por meio da metodologia comparada, explicitando as fases: descritiva, interpretativa, justaposição e comparativa, com enfase no conteúdo de conjuntos numéricos, com interface na resolução de problemas, por meio de registros dos cadernos dos alunos. Como pressupostos teóricos abordou-se: Marcelo (2009), Marim e Manso (2018), Nóvoa (2009), Tardif (2000), Freire (2009), as Diretrizes Curriculares Nacionais (2015), a Base Nacional Comum Curricular (2018) entre outros. Os registros desvelaram práticas individualizadas entre os professores, no desenvolvimento do conteúdo. Sugere-se organizar um ambiente de partilha, no qual possa ser discutido o planejamento, inteirar-se dos conteúdos e, em sincronia, organizar as práticas diárias entre pares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Vlademir Marim, Universidade Federal de Uberlândia - Brasil

Doutor em Educação – Currículo pela Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e pós-doutor em Políticas Públicas em Formação Docente pela Universidade Autonoma de Madrid (UAM). Professor da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Neiva de Castro Cardoso Andraus, Rede Estadual de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e Secretaria Municipal de Educação e Cultura da cidade de Ituiutaba (SME) - Brasil

Mestra em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professora efetiva da rede Estadual de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e da Secretaria Municipal de Educação e Cultura da cidade de Ituiutaba (SME).

Referências

ANUÁRIO BRASILEIRO DA EDUCAÇÃO BÁSICA – ABEB. São Paulo: Editora Moderna, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior e para a formação continuada. Resolução CNE/CP 2, de 1 de julho de 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=17719-res-cne-cp-002-03072015&category_slug=julho-2015-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 01 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 28 fev. 2021.

BRASIL. Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024. Lei nº. 13.005, de 25 de junho de 2014. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014. Disponível em: http://www.observatoriodopne.org.br/uploads/reference/file/439/documento-referencia.pdf. Acesso em: 28 fev. 2021.

CABALLERO, A.; MANSO, J.; MATARRANZ, M.; VALLE, J. M. Investigación en Educación Comparada: Pistas para investigadores noveles. Revista Latinoamericana de Educación Comparada. Estudios e Investigaciones, p. 39-56 / relec / Año 7 Nº. 9 / 2016 / ISSN 1853-3744. Disponível em: http://www.saece.com.ar/relec/revistas/9/art3.pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

CHARTIER, A. M. Caderno: vitrine da classe, espelho do aluno. Revista Nova Escola Digital, 2012. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/544/caderno-vitrine-da-classe-espelho-do-aluno. Acesso em: 28 fev. 2021.

DUVAL, R. Registros de representação semiótica e funcionamento cognitivo do pensamento. (Trad. Méricles Thadeu Moretti). REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, ISSN 1981-1322. v. 7. 2012. DOI: https://doi.org/10.5007/1981-1322.2012v7n2p266. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2012v7n2p266. Acesso em: 28 fev. 2021.

FREIRE, M. O papel do registro na formação do educador. Plenário Virtual: educação e tecnologia, 2009. Disponível em: https://plenariovirtual.blogspot.com/2009/01/o-papel-do-registro-na-formao-do.html. Acesso em: 10 mar. 2021

GARCIA, C. M. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Porto/Portugal: Editora Porto, 1999.

MARCELO, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 08, pp. 7-22. 2009. Disponível em: http://www.unitau.br/files/arquivos/category_1/MARCELO___Desenvolvimento_Profissional_Docente_passado_e_futuro_1386180263.pdf. Acesso em: 17 fev. 2021.

MARIM, V.; MANSO, J. A formação inicial do professor de educação básica no Brasil e na Espanha. Salamanca: Fahren House, 2018. Disponível em: file:///C:/Users/vlade/Downloads/26-3-75-1-10-20180207.pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

MARIM, V. Formação Continuada do Professor que ensina Matemática nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental: um estudo a partir da produção acadêmico-cientifica brasileira. 2011, 217 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade de Católica de São Paulo, 2011. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/bitstream/handle/9551/1/Vlademir%20Marim.pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

NÓVOA, A. Professores Imagens do futuro presente. EDUCA. 1649-013 Lisboa | Portugal. 2009. p. 17. Disponível em: http://pt.slideshare.net/mzylb/antonio-novoa-novo-livro?from_action=save. Acesso em: 28 jun. 2020.

PAQUAY, L.; ALTET, M.; CHARLIER, E.; PERRENOUD, P. (Coords). La formación profesional del maestro. Estrategias y competencias. 2005. (Trad. de Consol Vilá) ISBN 968-16-7544-4. México: FCE, 2005.

PERETTA, A. A. C. S.; SOUZA, M. P. R. Cadernos escolares: como e o que se registra no contexto escolar. Psicologia Escolar e Educacional, Campinas, v. 9, n.2, p. 291-302, 2005. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572005000200011&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 14 fev. 2021.

PUENTES, R. V.; AQUINO, O. F.; NETO, A. Q. Profissionalização dos professores: conhecimentos, saberes e competências necessários à docência. Educar em Revista, v. 34, p. 169-184, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/s0104-40602009000200010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n34/10.pdf. Acesso em: 10 jan. 2021.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários. Revista Brasileira de Educação. Jan./fev./mar./abr. 2000, n. 13. Faculté des Sciences de l’Éducation, Université Laval. Disponível em: http://www.joinville.udesc.br/portal/professores/jurema/materiais/RBDE13_05_MAURICE_TARDIF.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2021-07-14

Como Citar

Marim, V., & Andraus, N. de C. C. (2021). Metodologia comparada: percepções para formação docente acerca de conjuntos numéricos. Revista Educação E Políticas Em Debate, 10(2), 819–837. https://doi.org/10.14393/REPOD-v10n2a2021-56017

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua