Qualidade e avaliação externa: relações estabelecidas por Orientadores Pedagógicos e Professores de quatro escolas da Rede Municipal de Ensino de Campinas /Quality and External Evaluations: relations established by Pedagogical Advisors and Teachers from f

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-54898

Palavras-chave:

Avaliação externa em larga escala, Avaliação institucional participativa, Escola pública, Qualidade

Resumo

O artigo discute a relação entre qualidade e avaliação externa em larga escala a partir das vozes de Orientadores Pedagógicos (OPs) e professores de quatro escolas da Rede Municipal de Ensino de Campinas (RMEC). Foram entrevistados OPs e docentes de escolas com diferentes cenários de enraizamento da política de Avaliação Institucional Participativa, existente na RMEC desde 2008. Percebe-se que para os entrevistados a qualidade do trabalho desenvolvido pela instituição não pode ser conhecida, integralmente, pelos resultados obtidos em avaliações externas. Embora algumas falas destaquem a importância da contextualização desses dados, não foi possível perceber, ainda, uma análise ampliada da qualidade da escola, na perspectiva da qualidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luana Ferrarotto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - São Paulo - Brasil

Doutora em Educação. Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Campus Bragança Paulista.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edição 70, 1977.

CABRITO, Belmiro Gil. Avaliar a qualidade em educação: avaliar o quê? Avaliar como? Avaliar para quê?. Cad. CEDES [online]. 2009, vol.29, n.78 [cited 2020-06-03], pp.178-200. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622009000200003&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1678-7110>. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-32622009000200003.

COELHO, Maria Inês de Matos. Vinte anos de avaliação da educação básica no Brasil: aprendizagens e desafios. Ensaio: aval.pol.públ.Educ. [online]. 2008, vol.16, n.59, pp.229-258. ISSN 1809-4465. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362008000200005.

FREITAS, Luiz Carlos de. Caminhos da avaliação de sistemas educacionais no Brasil: o embate entre a cultura da auditoria e a cultura da avaliação In: BAUER, A.; GATTI, B. A. (Orgs.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil – implicações nas redes de ensino, no currículo e na formação de professores. Florianópolis, SC: Insular, 2013.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

INEP. Saeb. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/web/saeb/aneb-e-anresc>. Acesso em: 7 jul. 2017.

LIBÂNEO, J. C. Internacionalização das políticas educacionais e repercussões no funcionamento curricular e pedagógico das escolas. In: LIBÂNEO, J. C.; SUANNO, M. V. R.;

LIMONTA, S. V. (Org.). Qualidade da escola pública: políticas educacionais, didática e formação de professores. Goiânia: Ceped Publicações, 2013.

LOED – Laboratório de Observação e Estudos Descritivos. Avaliação institucional participativa como eixo estruturante de uma política de regulação da qualidade do ensino negociada com as escolas. Documento de Trabalho. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, 2013.

MENEGÃO, Rita de Cássia Silva Godoi. Os impactos da avaliação em larga escala nos currículos escolares. Práxis Educativa, Ponta Grossa, PR, v. 11, n. 3, p. 641-656, Dez 2016. Available from <https://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/8995/5248>. ISSN 1809-4031. DOI: https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.11i3.0007.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de; ARAUJO, Gilda Cardoso de. Qualidade do ensino: uma nova dimensão da luta pelo direito à educação. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, n. 28, p. 5-23, Apr. 2005. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782005000100002&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1809-449X. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782005000100002.

PACHECO, José Augusto. Políticas de avaliação e qualidade da educação. Uma análise crítica no contexto da avaliação externa de escolas, em Portugal. Avaliação (Campinas) [online]. 2014, vol.19, n.2 [cited 2020-06-01], pp.363-371. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772014000200005&lng=en&nrm=iso . ISSN 1414-4077. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772014000200005.

PEREIRA, Rodrigo Silva. A política de competências e habilidades na educação básica pública: relações entre Brasil e OCDE. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS. Secretaria Municipal de Educação. Resolução n. 05/2008, de 6 de maio de 2008. Estabelece as diretrizes para a implementação do processo de Avaliação Interna das Unidades Municipais de Ensino Fundamental e para a constituição da Comissão Própria de Avaliação. Campinas, 2008.

RAVITCH, D. Reign of error: The hoax of the privatization movement and the danger to american´s public schools. New York: Alfred A. Knopf, 2013.

ROBERTSON, Susan L. A estranha não morte da privatização neoliberal na Estratégia 2020 para a educação do Banco Mundial. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 17, n. 50, p. 283-302, Aug. 2012. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782012000200003&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1413-2478. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782012000200003.

SCHNEIDER. Marilda Pasqual. Políticas de avaliação em larga escala e a construção de um currículo nacional para a educação básica. Rev. Cient., São Paulo, n. 30, p. 17-33, jan./abr. 2013. Available from . ISSN 1517-1949. DOI: https://doi.org/10.5585/EccoS.n30.3537.

SILVA, Maria Abádia da. Qualidade social da educação pública: algumas aproximações. Cad. CEDES, Campinas, v. 29, n. 78, p. 216-226, Aug. 2009. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622009000200005&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1678-7110. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-32622009000200005.

SOUSA, Sandra Zákia. Concepções de qualidade da educação básica forjadas por meio de avaliações em larga escala. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 19, n. 2, p. 407-420, July 2014. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772014000200008&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1414-4077. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-40772014000200008.

SOUSA, Sandra Maria Zákia Lian; LOPES, Valéria Virgínia. Avaliação nas políticas educacionais atuais reitera desigualdades. Revista ADUSP., São Paulo, SP, n. jan. 2010, 2010.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Downloads

Publicado

2020-07-11

Como Citar

Ferrarotto, L. (2020). Qualidade e avaliação externa: relações estabelecidas por Orientadores Pedagógicos e Professores de quatro escolas da Rede Municipal de Ensino de Campinas /Quality and External Evaluations: relations established by Pedagogical Advisors and Teachers from f. Revista Educação E Políticas Em Debate, 9(2), 372–389. https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-54898

Edição

Seção

Dossiê: Políticas de avaliação externa e a questão da qualidade da educação no