O PNAIC como Política de Formação Continuada no PI: o que revelam os orientadores de estudo acerca das necessidades formativas de professores alfabetizadores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v7n3a2018-03

Palavras-chave:

Políticas, Formação Continuada, Necessidades Formativas, Professores Alfabetizadores

Resumo

O artigo discute o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) como política de formação continuada com ênfase nas necessidades formativas de professores alfabetizadores e objetiva apresentar uma análise da criação e implantação do Programa no Piauí. Para tanto adotamos pesquisa bibliográfica e documental sobre o pacto, e a pesquisa narrativa a partir do memorial de formação das experiências, formação e prática pedagógica dos interlocutores da pesquisa. São analisados e discutidos três aspectos: a contextualização do Pnaic no Brasil e a sua gestão no PI, considerando a formação como um espaço de reflexão docente e os dados de aprovação registrados nos dois anos iniciais do programa.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carmen Lúcia de Sousa Lima, Universidade Federal do Piauí - UFPI - Piauí - Brasil

Mestre em Educação. Professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Marcelo Soares Pereira Silva, Universidade Federal de Uberlândia - UFU - Minas Gerais - Brasil

Doutor em Educação. Professor Associado da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Referências

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional-Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2013.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto Nacional pela alfabetização na idade certa: formação do professor alfabetizador: caderno de apresentação / Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.–Brasília: MEC, SEB, 2012a.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Portaria nº 867, de 4 de julho de 2012. Institui o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e as ações do Pacto e define suas diretrizes gerais.Diário Oficial da União, 2012b.

BRASIL. Lei nº 13.005. de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 26 de jun. 2014b. Seção 1, p.1, Ed. Extra.

BRASIL. O Plano de Desenvolvimento da Educação:razões, princípios e programas. Brasília: MEC, 2007.

BRITO, A. E. Formação do docente alfabetizador: revelando as exigências e os desafios. In: IV Encontro de Pesquisa em Educação da UFPI, 2006, Teresina/PI. Livro de resumo.Teresina: Ed. UFPI, 2006. p. 1-10. v. 1.

BRITO, A. E. Prática pedagógica alfabetizadora: a aquisição da língua escrita como processo sociocultural. In: Revista Iberoamericana de Educación. Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI). n. 44/4 -10 de noviembre de 2007. Disponível em: <http://www.rieoei.org/deloslectores/1877Brito.pdf>. Acesso em: 08 abr. 2013.

BRITO, A. E.; MELO R. A. de.Formação continuada de professores e o delineamento das políticas de alfabetização. In: Formação continuada de professores: desafios da alfabetização na idade certa. Antonia Edna Brito e Raimunda Alves Melo (Orgs.). Teresina: EDUFPI, 2016. P. 22-46.

CHU, S. K.; BAJRACHARYA, R. Regional Mid-Term Evaluation of Literacy Initiative for Empowerment (LIFE). Bangkok: UNESCO Asia-Pacific Regional Bureau for Education, 2011. Disponível em: http://uil.unesco.org/fileadmin/keydocuments/Literacy/LIFE/Mid-termPackage/3_asia_regional_and_country_reports/3a_%20Regional_%20report_Asia/LIFE_Midterm_Evaluation_%20Report_Asia_Pacific.pdf. Acesso em: 09 set. 2018.

DECLARAÇÃO, DE DAKAR. Educação para todos – 2000. Educação, 2012. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001275/127509porb.pdf. Acessada em 29/04/2015. Acesso em: 09 set. 2018.

DECLARAÇÃODO MILÊNIO, Objetivos de Desenvolvimento. Relatório nacional de acompanhamento. Brasília: Ipea, 2010. Disponível em: http://ba.one.un.org/content/dam/undp/library/MDG/english/MDG%20Country%20Reports/Brazil/brazilinformenacionalodm2005.pdf. Acesso em: 09 set. 2018.

GARCIA, R. L.A formação da professora alfabetizadora: reflexões sobre a prática. São Paulo: Cortez, 2008.

GATTI, B. A. Análise das políticas públicas para formação continuada no Brasil, na última década. Fundação Carlos Chagas. In: Revista Brasileira de Educação v. 13 n. 37 jan./abr. 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo:Atlas, 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social.6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). Sinopse do Censo Demográfico, 2011. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm. Acesso em: 09 set. 2018.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira(INEP).Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa):resultados nacionais – Pisa 2009 / Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. – Brasília: O Instituto, 2012.126 p.: il.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira(INEP). Prova Brasil 2011.Disponível em: http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/inep-divulga-resultados-preliminares-da-prova-brasil-2011/21206. Acesso em:09 set. 2018.

KRAMMER, S. Alfabetização, leitura e escrita formação de professores em curso. São Paulo: Ática, 2010.

PIRES, A. deP.;SCHNECKENBERG, M. Política de formação continuada de professores: o Pnaic e o desafio da alfabetização a idade certa. In: CAMINE: Cam. Educ. = CAMINE: Ways Educ.,Franca, SP, Brasil –e ISSN 2175-4217.

SOUZA, E. C. de. O conhecimento de si: estágio e narrativas de formação de professores. Rio de Janeiro: DP&A: Salvador(BA); UNEB, 2006.

Downloads

Publicado

2018-12-21

Como Citar

Lima, C. L. de S., & Pereira Silva, M. S. (2018). O PNAIC como Política de Formação Continuada no PI: o que revelam os orientadores de estudo acerca das necessidades formativas de professores alfabetizadores. Revista Educação E Políticas Em Debate, 7(3), 383–394. https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v7n3a2018-03

Edição

Seção

Dossiê: Formação inicial e continuada de profissionais da educação: vieses políticos necessários