Jovens em situação de privação de liberdade no Brasil

Autores

  • Kátia Aparecida da Silva Nunes Miranda Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Elenice Maria Cammarosano Onofre Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n2a2017-03

Palavras-chave:

Jovens em situação de restrição e privação de liberdade, Socioeducação, Educação dialógica

Resumo

Este artigo apresenta desdobramentos de uma pesquisa de doutorado que busca compreender o contexto situacional dos jovens em situação de privação de liberdade e o panorama nacional da execução das medidas socioeducativas no Brasil. Os pressupostos teórico-metodológicos que sustentam a investigação estão embasados em ferramentas crítico-discursivas para a realização da análise dos dados que foram coletados em um Centro Socioeducativo de Cuiabá/MT- CASE. O estudo revela o descompasso entre as tratativas legais, o sentido e o significado apresentado pelos jovens em suas vivências no cotidiano.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Kátia Aparecida da Silva Nunes Miranda, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Grupos de Pesquisa: Educação de jovens e adultos em restrição e privação de liberdade e Práticas Sociais e Processos Educativos. Pesquisadora do Núcleo de investigação e práticas em educação nos espaços de restrição e privação de liberdade

Elenice Maria Cammarosano Onofre, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Doutora em Educação Escolar pela Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCL - UNESP). Docente do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas

Referências

BERNSTEIN, B. The structuring of pedagogic discourse. London: Routledge, 1990.

BRASIL.Lei nº 6.697, de 10 de Outubro de 1979. Dispõe sobre o Código de Menores,1979.

BRASIL.Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, e dá outras providencias. Brasília, 1990.

BRASIL. Lei 12.594, de 18 de janeiro de 2012.Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – SINASE. Casa Civil, 2012.

BRASIL. Resolução CNJ nº 165 de 16 de novembro de 2012. Dispõe sobre normas gerais para o atendimento, pelo Poder Judiciário, ao adolescente em conflito com a lei no âmbito na internação provisória e do cumprimento das medidas socioeducativas, 2012.

BRASIL. Panorama Nacional. A Execução das Medidas Socioeducativas de Internação Programa Justiça ao Jovem. Poder Judiciário. Brasília:CNJ/2012. Disponível em: www.cnj.jus.br. Acesso em: 07 maio de 2018.

BRASIL. Cadastro Nacional de Adolescentes em Conflito com a Lei –CNACL. Conselho Nacional de Justiça. Poder Judiciário. Brasília: CNJ/2016. Disponível: www.cnj.jus.br. Convenção sobre os Direitos da Criança. Disponível em <http://www.onu-brasil.org.br/doc_crianca.php>. Acesso em: 07 maio de 2018.

COSTA, A. C. G. Socioeducação: estrutura e funcionamento da comunidade educativa. Secretaria Especial de Direitos humanos - Subsecretaria dos Direitos da Criança e do Adolescente, abril, 2004a.

COSTA, A. C. G. As Bases Éticas da Ação Sócio-educativa: referenciais normativos e princípios norteadores. Secretaria Especial de Direitos Humanos – Subsecretaria dos Direitos da Criança e do Adolescente, junho, 2004b.

COSTA, A. C. G. Parâmetros para a Formação do Sócio-educador: uma proposta inicial para reflexão e debate. Secretaria Especial de Direitos Humanos -Subsecretaria dos Direitos da Criança e do Adolescente, junho, 2004c.

COSTA, A. C. G. Os regimes de atendimento no estatuto da criança e do adolescente – perspectivas e desafios. Secretaria Especial de Direitos Humanos, Subsecretariados Direitos da Criança e do Adolescente, abril, 2004d.

CHOULIARAKI, L.; FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity: rethinking critical discourse analysis. Edimburgo: Edinburgh University Press, 1999.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. Londres e Nova York: Routledge: 2003.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: o nascimento da prisão. 42. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

FREIRE, P.Conscientização – teoria e prática da libertação.São Paulo: Cortez & Moraes, 1980.

FREIRE, P.Extensión o comunicación? Argentina: Siglo XXI, 1973.

FREIRE, P.Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P.Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido.12 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, P.Educação como prática de liberdade. 30. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.

VOLP, M. (Org.). Adolescentes privados de liberdade: a normativa nacional e internacional e reflexões acerca da responsabilidade penal. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T.T. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 4 ed. Petrópolis: Vozes, 2005. p. 7-72.

Downloads

Publicado

2019-02-18

Como Citar

Miranda, K. A. da S. N., & Onofre, E. M. C. (2019). Jovens em situação de privação de liberdade no Brasil. Revista Educação E Políticas Em Debate, 6(2). https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n2a2017-03

Edição

Seção

Dossiê: Políticas públicas no sistema carcerário e socioeducativo do Brasil