Políticas públicas educacionais: a educação infantil em debate

Autores

  • Sangelita Miranda Franco Mariano Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO)
  • Ricardo Takayuki Tadokoro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO)
  • Flávia Gabriella Franco Mariano Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n1a2017-08

Palavras-chave:

Educação Infantil, Políticas Públicas

Resumo

O presente artigo apresenta reflexões sobre o processo da institucionalização das políticas públicas de educação infantil no Brasil. Nesse processo, as crianças inseridas em creches e pré-escolas foram submetidas a um ordenamento jurídico, em muitos momentos, distante da atual perspectiva de dever do Estado de assegurar direitos sociais às crianças. A garantia cidadã do direito à educação infantil como conquista histórica revela um avanço em termos social, institucional e político. Compreendemos que as formulações de políticas públicas em relação à educação infantil podem ser analisadas como movimento permeado por avanços e limitações no que concerne ao direito a uma educação que contemple e especificidades dessa faixa etária.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Sangelita Miranda Franco Mariano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO) - Campus Morrinhos. 

Ricardo Takayuki Tadokoro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO)

Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGOIANO) - Campus Ceres . 

Flávia Gabriella Franco Mariano, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Referências

AGUIAR, M. A. S. Avaliação do plano nacional de educação 2001-2009: questões para reflexão. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 112, p. 707-727, jul.-set. 2010 707. Disponível em http://www.cedes.unicamp.br. Acesso m: 03 jun. 2018.

AZEVEDO, J. M. L. A educação como política pública. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2004. [Coleção polêmicas do nosso tempo]. 78p.

BRASIL. A educação infantil nos países do MercosuL: análise comparativa da legislação. Brasília, 2013.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2010. Disponível em: <http://www.mec.gov.br >. Acesso em 10jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1961. Disponível em: <http://www.mec.gov.br >. Acesso em 20 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 8.069/90 de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 2001. Disponível e m: <http://www.mec.gov.br>. Acesso em 07 ago. 2018.

BRASIL. Lei n° 9.394/96, de 20 dezembro de 1996. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996. Disponível em: <http://www.mec.gov.br >. Acesso em 20 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; altera a Lei no10.195, de 14 de fevereiro de 2001; revoga dispositivos das Leis nº 9.424, de 24 de dezembro de 1996, 10.880, de 9 de junho de 2004, e 10.845, de 5 de março de 2004; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 21 jun. 2007.

BRASIL. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013 que altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011 2014/2013/Lei/L12796.htm>. Acesso em: 17 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 26 jun. 2014.

BRASIL. Política Nacional de Educação Infantil. MEC/SEF/COEDI, Brasília, 1994.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Resolução nº 6, de 20 de outubro de 2010, que define Diretrizes Operacionais para a matrícula no Ensino Fundamental e na Educação Infantil. Diário Oficial da União, Brasília, 21 de outubro de 2010, Seção 1, p. 17.

CAMPOS, M. M. A legislação, as políticas nacionais de educação infantil e a realidade: desencontros e desafios. In: MACHADO, M. L. A. (Org.). Encontros e desencontros em educação infantil. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

CERISARA, A. B. A produção acadêmica na área da educação infantil a partir de pareceres sobre o Referencial Curricular da Educação Infantil . In: FARIA, A. L. G.; PALHARES, M. S. (Org). Educação infantil pós-LDB: rumos e desafios. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

HÖFLING, E. M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos Cedes. Campinas, ano XXI, n. 55, nov. 2001.

KRAMER, S. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

OLIVEIRA, A. O. As políticas educacionais do governo Lula: rupturas e permanências. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. v. 25, n. 2, p. 197-209. [S. L.] mai./ago. 2009.

OLIVEIRA, A. O. As políticas públicas em educação e a pesquisa acadêmica. In: OLIVEIRA, A. O.; DUARTE, A. (Org.). Políticas públicas e educação: regulação e conhecimento. Belo Horizonte, MG: Fino Traço, 2011a.

OLIVEIRA, A. O. Das políticas de governo à política de Estado: reflexões sobre a atual agenda educacional brasileira. Educ. Soc. v. 32, n. 115, p. 323-337. Campinas, abr.-jun. 2011b.

OLIVEIRA, Z. R. Educação infantil: fundamentos e métodos. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

RIBEIRO, M. L. S. História da educação brasileira: a organização escolar. 18. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

Downloads

Publicado

2019-01-23

Como Citar

Mariano, S. M. F., Tadokoro, R. T., & Mariano, F. G. F. (2019). Políticas públicas educacionais: a educação infantil em debate. Revista Educação E Políticas Em Debate, 6(1). https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n1a2017-08

Edição

Seção

Dossiê: Políticas educacionais para a educação infantil: dilemas atuais