MODELOS PARA A REPRESENTAÇÃO DE DADOS ESPAÇO ESPAÇOTEMPORAIS

Conteúdo do artigo principal

Alexandro Gularte Schafer
Ruth Emília Nogueira

Resumo

A modelagem de dados espaço-temporal consiste em um importante ponto na busca pela incorporação da variável tempo em sistemas de informação geográfica (SIG). Quanto mais próximo um modelo de dados espaço-temporal estiver de nossos próprios conceitos de espaço e tempo, com mais facilidade e rapidez o conhecimento espaço-temporal poderá ser representado em meio computacional. A partir do final da década de 1980, vários modelos de dados espaço-temporais que incorporam a dimensão temporal em SIG vêm sendo propostos. O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir alguns desses modelos. Inicialmente, os modelos de dados espaço-temporais são apresentados em ordem cronológica. Em seguida, esses modelos são classificados de acordo com o tipo de abordagem característica em: 1) retratos sequenciais; 2) composição espaço-temporal; 3) estado inicial com emendas; 4) modelos com base em evento ou no tempo; 5) modelos com base em objeto, entidade, identidade, processo ou atividade; 6) abordagem combinada/ integrada; 7) modelos orientados a eventos. Por fim, são apresentadas as principais características, vantagens e desvantagens de cada um dos modelos. Conclui-se com uma análise da eficiência das principais abordagens apresentadas com relação ao acesso e à manipulação dos dados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SCHAFER, A. G.; NOGUEIRA, R. E. MODELOS PARA A REPRESENTAÇÃO DE DADOS ESPAÇO ESPAÇOTEMPORAIS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 65, n. 1, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44790. Acesso em: 16 ago. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Alexandro Gularte Schafer, Universidade Federal do Pampa

Universidade Federal do Pampa

Ruth Emília Nogueira, Universidade Federal de Santa Catarina

Universidade Federal de Santa Catarina