RISCO DE IMPACTOS AMBIENTAIS GERADOS PELA DINÂMICA DE USO DO SOLO NO ESTADO DE GOIÁS: UMA ABORDAGEM MULTIMÉTODOS

Conteúdo do artigo principal

Klaus de Oliveira Abdala
Francis Lee
Manuel Eduardo Ferreira

Resumo

Este artigo analisou a dinâmica de uso do solo entre as principais atividades agropecuárias no estado de Goiás e os riscos de impactos decorrentes deste processo na substituição de culturas, no uso consuntivo de água, nos remanescentes florestais e nos riscos de degradação dos solos e contaminação hídrica. Foi possível identificar, como resultado dessa dinâmica, municípios especializados em cada uma destas atividades. Nestes municípios, as culturas de soja e milho substituem o cultivo de pastagem deslocando-o para outras áreas nas quais se torna o maior responsável pelo desflorestamento. Além disso, parte desta especialização localizou-se em áreas de risco indicando que essas atividades agropecuárias podem ser as maiores responsáveis pelos impactos edáficos e hidrológicos observados nestas bacias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
ABDALA, K. de O.; LEE, F.; FERREIRA, M. E. RISCO DE IMPACTOS AMBIENTAIS GERADOS PELA DINÂMICA DE USO DO SOLO NO ESTADO DE GOIÁS: UMA ABORDAGEM MULTIMÉTODOS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 68, n. 2, 2016. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44391. Acesso em: 11 ago. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Klaus de Oliveira Abdala, Professor adjunto - Universidade Federal de Goiás

EA

Francis Lee, Professor adjunto - Universidade Federal de Goiás

EA

Manuel Eduardo Ferreira, Professor adjunto - Universidade Federal de Goiás

Instituto de Estudos Sócio-Ambientais / LAPIG

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)