Maranhão em face aos conflitos agrários: uma cartografia dos conflitos por terra (2001-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT195471435

Palavras-chave:

conflitos por terra, Maranhão, questão agrária, Amazônia Legal, MATOPIBA

Resumo

Os conflitos por terra ainda persistem como parte da questão agrária brasileira. As questões estruturais somadas a novos elementos do capital têm resultado em novas dinâmicas e conflitos territoriais. Neste artigo analisamos a problemática dos conflitos por terra no estado do Maranhão entre os anos de 2001 e 2020, a partir de dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT), realizamos um extenso levantamento e espacialização das informações obtidas. Observamos que no recorte temporal analisado o estado maranhense liderou o ranking dentre as unidades federativas com os maiores números de conflitos por terra. Envolvendo uma grande quantidade de famílias, esses conflitos possuem relação direta com o modelo de desenvolvimento que tem atuado no campo brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-04-2024

Como Citar

NASCIMENTO, J. de C. do; SODRÉ, R. B.; SOBREIRO FILHO, J.; MATTOS JUNIOR, J. S. de. Maranhão em face aos conflitos agrários: uma cartografia dos conflitos por terra (2001-2020). Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 19, n. 54, p. 1–18, 2024. DOI: 10.14393/RCT195471435. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/71435. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)