O Circuito Carioca de Feiras Orgânicas e suas interações espaciais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT185068571

Palavras-chave:

alternativas de mercado, redes geográficas, produtos orgânicos

Resumo

O presente artigo objetiva interpretar as interações espaciais, relativas ao processo de produção, comercialização e consumo de produtos orgânicos, tendo como exemplo o Circuito Carioca de Feiras Orgânicas, realizado na cidade do Rio de Janeiro, abrangendo o período de 2010 a 2022. Formado em 2010, a partir de uma articulação entre diferentes setores, atualmente o circuito conta com 21 feiras distribuídas por diferentes bairros na cidade. Trata-se de um processo de conexão em rede de movimentos, organizações e instituições que interagem espacialmente entre si em torno da temática agroecológica. Para tal, a pesquisa se baseia num amplo levantamento bibliográfico, análise de fontes especializadas, entrevistas com diferentes agentes que compõem a rede, além de trabalhos de campo em feiras visitadas. Diante dessas motivações e intenções, o circuito vem resistindo e existindo como um canal de comercialização curto, pautado em princípios de comércio justo e solidário, abarcando dimensões ambientais, sociais e econômicas nas redes estabelecidas. Além disso, vem cumprindo um papel importante de abastecimento de alimentos, promovendo saúde e fazendo circular a economia na cidade e no estado do Rio de Janeiro, acessando e conectando produtores e consumidores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandro Lessa Andrade, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Instituto de Geografia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Glaucio José Marafon, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Departamento de Geografia e Meio Ambiente, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Pq. CNPQ e CNE FAPERJ.

Downloads

Publicado

28-06-2023

Como Citar

ANDRADE, S. L.; MARAFON, G. J. O Circuito Carioca de Feiras Orgânicas e suas interações espaciais. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 18, n. 50, p. 26–51, 2023. DOI: 10.14393/RCT185068571. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/68571. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos