EFEITO DO ESTÃ?GIO DE LACTAÇÃO E DA ORDEM DE PARTO SOBRE O CONTEÚDO CELULAR DO LEITE DE CABRAS MESTIÇAS

Autores

  • Elizabete Rodrigues da Silva Embrapa Caprinos
  • Adriana Mello de Araújo Universidade Federal de Viçosa
  • Raymundo Rizaldo Pinheiro Embrapa Caprinos
  • Francisco Selmo F. Alves Embrapa Caprinos

Palavras-chave:

Mastite caprina, mastite subclínica, diagnóstico

Resumo

Os efeitos do estágio de lactação e da ordem de parto sobre o conteúdo de células somáticas foram estudados através do California Mastitis Test (CMT) e da Contagem de Células Somáticas (CCS). Durante sete meses foram feitas coletas quinzenais de leite em 143 cabras mestiças pertencentes ao rebanho leiteiro da Embrapa Caprinos e apenas as amostras negativas ao exame bacteriológico foram submetidas à CCS. Observou-se efeito significativo (P < 0,05) do estágio de lactação e da ordem de parto sobre a CCS e o CMT. A média da contagem de células somáticas para toda a lactação foi de 820 x 103 céls/mL, enquanto que a média para o CMT foi de 1,0 (reação traços). Os resultados demonstraram que os fatores fisiológicos analisados neste estudo interferem no conteúdo celular da glândula mamária de cabras e devem ser levados em consideração no momento da interpretação dos testes diagnósticos da mastite subclínica nesta espécie animal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-10

Como Citar

Rodrigues da Silva, E., Mello de Araújo, A., Rizaldo Pinheiro, R., & F. Alves, F. S. (2007). EFEITO DO ESTÃ?GIO DE LACTAÇÃO E DA ORDEM DE PARTO SOBRE O CONTEÚDO CELULAR DO LEITE DE CABRAS MESTIÇAS. Veterinária Notícias - Vet Not, 11(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18643

Edição

Seção

Artigos