ESTUDO DESCRITIVO DA PROPORÇÃO DE SEXOS, ABORTOS E NATIMORTOS EM UM REBANHO BOVINO LEITEIRO NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA-MG

Autores

  • SOARES, P. FAMEV - UFU
  • SILVA, E.V. FAMEV - UFU
  • SIMIONI, V.M. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Proporção de sexos, estatística descritiva, abortos, natimortos, bovinos

Resumo

A eficiência reprodutiva é um componente relevante ao se considerar o retorno econômico da atividade leiteira. Baixo desempenho reprodutivo reflete em menor produção de leite e de produtos, aumento nas despesas de manutenção de vacas secas, maior taxa de descarte e maior número de doses de sêmen/concepção. Além dos fatores freqüentemente citados como causadores do reduzido desempenho reprodutivo, como deficiência no manejo nutricional e de reprodução, os transtornos periparturientes (abortos, natimortos) contribuem para esta redução. Reconhece-se que a uma gestação interrompida se sucede um puerpério anormal decorrente de inflamação endometrial, geralmente, associada à retenção placentária, podendo causar atraso na concepção seguinte. Objetivouse efetuar uma análise estatística descritiva da ocorrência de abortos e natimortos e, da proporção de sexos na Fazenda Ã?gua Comprida, Uberlândia- MG, relativa ao período de 17/02/1997 a 24/11/2005. O material analisado envolveu vacas leiteiras de diferentes grupos genéticos: Holandês Preto e Branco, Suíça, Jersey, Gir e mestiças Holandês Preto e Branco com Gir e com Jersey. Estas foram criadas em pastagens, suplementadas com ração e submetidas ao manejo sanitário e profilático. A metodologia consistiu na criação de um arquivo de dados a ser processado pelo Programa Excel, baseado em informações registradas pelo controle zootécnico da propriedade através de programa de gerenciamento de rebanhos. Constatou-se a ocorrência de 15 abortos (5,05%) em 297 partos registrados. Identificaram-se 3 natimortos (1,01%). Partos normais totalizaram-se em 279 (93,94%). Quanto à proporção de sexos foram observados 137 machos (49,1%) e 142 fêmeas (50,9%). Os resultados indicam que em 6,06% das gestações foram verificados abortos e natimortos. Apesar deste percentual estar dentro de limite aceitável é preciso reconhecer que tais transtornos indicam falhas no manejo, dificultando a obtenção de melhores índices produtivo e reprodutivo. Atenção aos manejos reprodutivo e profilático-sanitário, como forma de preveni-los contribuiria para reduzir o risco de incidência de outros transtornos relacionados direta ou indiretamente, como maior interpartos, maior período de serviço e perda na produção de leite. Quanto à proporção de sexos os percentuais encontram-se dentro do esperado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

P., S., E.V., S., & V.M., S. (2008). ESTUDO DESCRITIVO DA PROPORÇÃO DE SEXOS, ABORTOS E NATIMORTOS EM UM REBANHO BOVINO LEITEIRO NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA-MG. Veterinária Notícias, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18743

Edição

Seção

Artigos