AVALIAÇÃO DO RITMO CARDÃ?ACO NA UTILIZAÇÃO DE LIDOCAÃ?NA DURANTE BLOQUEIO DO NERVO ALVEOLAR MANDIBULAR DE CÃES SUBMETIDOS À EXODONTIA DE DENTES INCISIVOS

Autores

  • SIM J.R. FAMEV - UFU
  • PIGNATON, W. CCA - UFES
  • ZACCH E. CCA - UFES
  • FREITAS, P.M.C. CCA - UFES

Palavras-chave:

Eletrocardiografia, bloqueio local, extração dentária, odontologia veterinária, anestesia, cão.

Resumo

A produção de estímulos nocivos no homem e nos animais resulta no aumento da pressão arterial, da freqüência cardíaca, na dilatação pupilar e em alterações nos parâmetros respiratórios. Além disso, interfere diretamente nos eixos neurendócrinos, causando aumento nos níveis de catecolaminas, responsáveis por alterações cardíacas como arritmias e aumento no consumo de oxigênio pelo miocárdio. Objetivou-se com esse estudo avaliar os efeitos da lidocaína no ritmo cardíaco durante o bloqueio do nervo alveolar mandibular (NAM) de cães submetidos à exodontia de dentes incisivos. Foram utilizados seis cães adultos sem raça definida, machos e fêmeas. Administrou-se acepromazina (0,1 mg·kg-1, IM) como medicação pré-anestésica e propofol (5 mg·kg-1, IV) para a indução da anestesia. Em seguida, os animais foram intubados e mantidos anestesiados pelo isofluorano em fluxo contínuo de oxigênio a 100% (200 ml·kg-1·min-1), através de circuito de reinalação parcial de gases. Os cães foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: bloqueio do NAM com lidocaína sem vasoconstritor a 2% (GL), na dose de 5 mg·kg-1, e bloqueio deste nervo com placebo de solução de cloreto de sódio a 0,9% (GC), baseando-se na dosagem da lidocaína para o cálculo do volume. Para realização do bloqueio introduziu-se uma agulha 25x0,70 mm em forma de "Vâ€?, 1,0 cm rostral ao ângulo da mandíbula, na sua face medial. Após 30 e 50 minutos, extraíramse respectivamente, os dentes incisivos lateral e intermédio. O acompanhamento eletrocardiográfico foi realizado antes do procedimento (MBasal) e no momento das extrações (respectivamente M1 e M2). Não houve diferença significativa entre os tratamentos sobre as médias dos parâmetros eletrocardiográficos. Esses resultados sugerem que não houve interferência nos eixos neuroendócrinos, responsáveis por alterações cardíacas como arritmias e aumento no consumo de oxigênio pelo miocárdio e que a utilização local da lidocaína para o bloqueio do NAM não interfere no ritmo cardíaco em cães anestesiados pelo isofluorano e submetidos à exodontia de incisivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

J.R., S., W., P., E., Z., & P.M.C., F. (2008). AVALIAÇÃO DO RITMO CARDÃ?ACO NA UTILIZAÇÃO DE LIDOCAÃ?NA DURANTE BLOQUEIO DO NERVO ALVEOLAR MANDIBULAR DE CÃES SUBMETIDOS À EXODONTIA DE DENTES INCISIVOS. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18695

Edição

Seção

Artigos