Programas de combate ao abandono escolar no Paraná: reflexões e compreensões a partir de um estudo em uma instituição do Estado do Paraná

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v13n2a2024-70841

Palavras-chave:

Abandono Escolar, Ciclo de Políticas Públicas, Paraná

Resumo

O problema do abandono escolar é latente na realidade brasileira e, por isso, diversos trabalhos têm sido feitos para a ampliação da compreensão desse fenômeno. Este artigo se insere nesse movimento, focando políticas públicas de combate ao abandono escolar. Tem-se como objetivo tecer compreensões sobre os programas lançados pelo Governo do Estado do Paraná – o Programa de Combate ao Abandono Escolar na sua segunda edição (2018) e o Programa Presente na Escola (2019). O lócus da pesquisa foi um colégio do setor da Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Para tanto, aportes do método do Ciclo de Políticas Educacionais foram mobilizados. Foram utilizados como dados documentos oficiais e entrevistas com a diretora e um professor do colégio lócus da pesquisa e um gestor da Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná (SEED-PR). Aponta-se como resultado a necessidade de diálogo com a comunidade envolvida na construção dos programas que podem auxiliar na elaboração de políticas públicas mais adequadas às diferentes realidades escolares brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Emerson Rolkouski, Universidade Federal do Paraná - Brasil

Doutor em Educação Matemática – Universidade Estadual Paulista. Professor Titular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil.

Leticia Menegusso, Secretaria de Estado de Educação do Paraná - Brasil

Mestre em Educação em Ciências e em Matemática – Universidade Federal do Paraná. Professora da Secretaria Estadual de Educação do Paraná (SEED-PR). Curitiba, Paraná, Brasil.

Referências

BALL, S. J. Performatividade, privatização e o pós-Estado do bem-estar. Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 89, p. 1105-1126, set./dez. 2004.

BALL, S. J.; MAGUIRE, M.; BRAUN, A. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016.

BOWE, R.; BALL, S. J.; GOLD, A. Reforming education & changing schools: case studies. In: Policy sociology. London: Routledge, 1992.

INEP. Nota técnica nº 8/2017/CGCQTI/DEED. Brasília, 2018.

KLEIN, R. A. D. Política de combate à evasão escolar no Paraná (2005-2017): análise das inter-relações entre formuladores e atores no contexto da produção e da prática na Rede Estadual de Ensino em São José dos Pinhais. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2018.

MAINARDES, J. A abordagem do ciclo de políticas: explorando alguns desafios da sua utilização no campo da Política Educacional. Jornal de Políticas Educacionais, v. 12, n. 16. ago. 2018.

MAINARDES, J. Abordagem do ciclo de políticas para a análise de políticas educacionais. Educação e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006.

MAINARDES, J.; MARCONDES, M. I. Entrevista com Stephen J. Ball: um diálogo sobre justiça social, pesquisa e política educacional. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 106, p. 303-318, jan./abr. 2009.

PARANÁ. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional. Curitiba, 2021.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Programa de Combate ao Abandono Escolar. Curitiba: SEED – PR, 2018.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Programa Presente na Escola. Curitiba: SEED – PR, 2019. Disponível em: http://www.presentenaescola.pr.gov.br/Pagina/Apresentacao. Acesso em: 25 nov. 2020.

Downloads

Publicado

2024-04-29

Como Citar

ROLKOUSKI, E.; MENEGUSSO, L. Programas de combate ao abandono escolar no Paraná: reflexões e compreensões a partir de um estudo em uma instituição do Estado do Paraná . Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 1–17, 2024. DOI: 10.14393/REPOD-v13n2a2024-70841. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/70841. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

DEMANDA CONTÍNUA