Discalculia na realidade escolar: a percepção docente na identificação dessa dificuldade de aprendizagem na educação básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v13n1a2024-68154

Palavras-chave:

Discalculia, Discalculia. Discalculia de aprendizagem, Matemática

Resumo

O presente artigo apresenta os resultados da investigação realizada para o Trabalho de Conclusão de Curso de Licenciatura em Matemática, abordando o tema discalculia, uma dificuldade de aprendizagem específica em Matemática. Ressalta-se que a investigação se limitou a verificar a percepção dos professores de Matemática que atuam do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do Gama, em Brasília, sobre o assunto. O tema é apresentado com suas definições, dificuldades e classificações. Para coletar os dados, fez-se uso de um questionário eletrônico, com dez questões abertas e fechadas. A metodologia utilizada foi qualitativa e as respostas obtidas foram analisadas interpretativamente. Os resultados apontam que a identificação dessa dificuldade ainda é incipiente, devendo as instituições educacionais promoverem ações e políticas públicas para um debate maior nos cursos de graduação, que se possa diminuir o abismo dos diferentes níveis de aprendizagem e as especificidades do aluno, em especial os que possuem dificuldades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adan Cardoso Franco Viana Viana, Instituto Federal de Brasília - Brasil

Licenciado em Matemática e pós-graduando em Ensino de Ciências e Matemática para o Ensino Fundamental no Instituto Federal de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Ana Maria Libório de Oliveira, Instituto Federal de Brasília - Brasil

Doutora em Ciências da Educação, especialidade em Educação Matemática. Professora de Matemática do Instituto Federal de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

AVILA, L. A. B.; LARA, I. C. M. Discalculia: um mapeamento de artigos brasileiros. Abakós, Belo Horizonte, v. 6, n. 1, p. 35-56, nov. 2017. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/abakos/article/view/12021. Acesso em: 06 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.5752/P.2316-9451.2017v6n1p35.

BORGES, M. C.; SILVA, M. C. da.; LEAL, S. das G. A formação docente e o Atendimento Educacional Especializado – mediação para inclusão educacional. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 141–157, 2019. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/51991. Acesso em: 24 fev. 2023. DOI: https://doi.org/10.14393/REPOD-v8n2a2019-51991.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 27 jan. 2023.

BRASIL. Resolução nº 510 de 07 de abril de 2016. Ética na Pesquisa na área de Ciências Humanas e Sociais. Brasília: CNS, 2016. Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf. Acesso em: 06 set. 2023.

CAMPOS, A. M. A.; MANRIQUE, A. L. Investigando a Discalculia no Contexto da Educação Matemática. Ensino da Matemática em Debate, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 46-64, dez. 2021. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/emd/article/view/54247. Acesso em: 06 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.23925/2358-4122.2021v8i3p46-64.

CARDOSO, J. R. B.; LARA, I. C. M. Resolução de algoritmos e de problemas de adição e subtração: uma análise de estratégias utilizadas por estudantes com diagnóstico ou prognóstico de Discalculia do Desenvolvimento. Espaço Pedagógico, Passo Fundo, v. 28, n. 1, p. 380-402, jan./abr. 2021. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rep/article/view/9813. Acesso em: 06 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.5335/rep.v28i1.9813.

DIAS, M. A. H.; PEREIRA, M. M. B.; BORSEL, J. V. Avaliação do Conhecimento sobre a Discalculia entre Educadores. Audiology-Communication Research, [S. I.], v. 18, n. 2, p. 93-100, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/acr/a/8nMTJksy8GxJHV44WzdFR8m/?lang=pt. Acesso em: 06 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/s2317-64312013000200007.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MATOS, E. F. Discalculia: algumas considerações sobre os conhecimentos dos professores. Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva, Manaus, v. 1, n. 1, p. 69-89, jan./jun. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/educacaoInclusiva/article/view/4133. Acesso em: 06 set. 2023.

PASSOS, A. Q. et al. Dificuldade de aprendizagem em matemática: discalculia. UNOPAR Cient., Ciênc. Human. Educ., Londrina, v. 12, n. 1, p. 61-71, jun. 2011. Disponível em: https://revistaensinoeeducacao.pgsscogna.com.br/ensino/article/view/2889. Acesso em: 06 set. 2023.

PIMENTEL, L. S.; LARA, I. C. M. Discalculia: mapeamento das produções brasileiras. VI Congresso Internacional de Ensino da Matemática. Canoas: ULBRA, 2013. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/11671/2/Discalculia_mapeamento_das_producoes_brasileiras.pdf. Acesso em: 06 set. 2023.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

SILVA, M. C. Dificuldade de aprendizagem em matemática: a manifestação da discalculia. 2008. Disponível em: https://proftina.pbworks.com/f/A0427.pdf. Acesso em: 25/11/2021.

SILVA, W. C. Discalculia: uma abordagem à luz da educação matemática. Relatório Final (Projeto de Iniciação Científica) - Universidade de Guarulhos. Guarulhos, 2006.

SMITH, C.; STRICK, L. Dificuldades de aprendizagem de A - Z: guia completo para educadores e pais. Porto Alegre: Penso, 2012.

SOUZA, V. A.; RICHTER, L. M.; SOUZA, R. A. Apresentação do Dossiê “Estado neoliberal e retrocessos democráticos nas políticas públicas de educação”. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 11, n. 2, p. 514–521, 2022. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/65385. Acesso em: 27 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.14393/REPOD-v11n2a2022-65385.

VIEIRA, S. Como elaborar questionários. São Paulo: Atlas, 2009.

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

VIANA, A. C. F. V.; OLIVEIRA, A. M. L. de. Discalculia na realidade escolar: a percepção docente na identificação dessa dificuldade de aprendizagem na educação básica. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 1–14, 2023. DOI: 10.14393/REPOD-v13n1a2024-68154. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/68154. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

DEMANDA CONTÍNUA