Notas sobre uma pesquisa cooperativa com professores de comunidades campesinas, quilombolas e indígenas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v12n1a2023-67545

Palavras-chave:

Formação continuada de professores, Pesquisa em sala de aula, Comunidade de prática

Resumo

O presente ensaio discute os dois eixos centrais de investigação desenvolvida no âmbito do curso Escola da Terra, em uma universidade federal, localizada no estado do Rio Grande do Sul. O primeiro eixo é sustentado em Nóvoa e Niza, e envolve a formação de um grupo interdisciplinar, assumindo a lógica inerente ao estabelecimento e consolidação de uma comunidade de prática. O segundo é sustentado teoricamente em Piaget, e envolve pesquisa em sala de aula. Por meio da articulação desses eixos, defendemos a possibilidade de construirmos modelos alternativos de processos de formação continuada de professores, o que pode dar visibilidade e fortalecer as especificidades da cultura profissional dos professores, e consequentemente potencializar seus processos formativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Darli Collares, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil

Doutora em Educação. Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Luís Henrique Sommer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil

[1]Doutor em Educação. Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil.

Referências

ANDRÉ, M. A pesquisa sobre formação de professores: contribuições à delimitação do campo. In: DALBEN, A.I.L.F. et al. Didática: convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010a. p. 273-283.

ANDRÉ, M. A. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 174-181, set./dez. 2010b.

Avaliações Brasileiras: conheça as principais. Todos pela educação, 2018. Disponível em: https://todospelaeducacao.org.br/noticias/uais-sao-as-avaliacoes-brasileiras-e-porque-elas-sao-importantes. Acesso em: 24 mar. 2021.

BECKER, F. A Epistemologia do professor: o cotidiano da escola. Petrópolis: Vozes, 1993.

COLLARES, D. Operação e cooperação: bases epistemológicas do processo educacional das séries iniciais. Porto Alegre: UFRGS, 1992. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.

FOUCAMBERT, J. A Leitura em questão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz eTerra, 1979a.

FREIRE, P. Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979b.

FREIRE, P. Educação na Cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, P. Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

FREIRE, P.; NOGUEIRA, A.; MAZZA, D. Na escola que fazemos: uma reflexão interdisciplinar em educação popular. Petrópolis: Vozes, 1988.

GATTI, B.A. et al. Formação de professores para o ensino fundamental: instituições formadoras e seus currículos; Relatório de pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos

Chagas; Fundação Vitor Civita, 2008. 2v.

GATTI, B.A.; BARRETO, E.S.S. Professores: aspectos de sua profissionalização, formação e valorização social: Relatório de pesquisa. Brasília, DF: UNESCO, 2009.

GATTI, B.A.; NUNES, M.M.R. (Org.). Formação de professores para o ensino fundamental: estudo de currículos das licenciaturas em Pedagogia, Língua Português, Matemática e Ciências Biológicas. Textos FCC, São Paulo, v. 29, 2009. 155p.

HUBER, M. T.; HUTCHINGS, P. Building the Teaching Commons. Change: The Magazine of Higher Learning, 38:3, 24-31, 2006.

INHELDER, B.; BOVET, M.; SINCLAIR, H. Aprendizagem e estruturas do conhecimento. São Paulo: Saraiva, 1977.

LA TAILLE, Y. Desenvolvimento do juízo moral e afetividade na teoria de Jean Piaget. In: LA TAILLE, Y., OLIVEIRA, M. K. d., DANTAS, H. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.

MATURANA, H.; REZEPKA, S N. de. Formação Humana e Capacitação. Petrópolis: Vozes, 2000.

MEIRIEU, P. O Cotidiano da Escola e da Sala de Aula: o fazer e o compreender. Porto Alegre: Artmed, 2005.

NIZA, S. A participação cooperada na escola e na sociedade. In: NÓVOA, A.; MARCELINO, F.; Ó, J. R. d. (Orgs.). Sérgio Niza: escritos sobre educação. Lisboa: Tinta da China Edições, 2012a. p. 56-57.

NIZA, S. O trabalho cooperativo na educação democrática. In: NÓVOA, A.; MARCELINO, F.; Ó, J. R. d. (Orgs.). Sérgio Niza: escritos sobre educação. Lisboa: Tinta da China Edições, 2012b. p. 67 - 68.

NIZA, S. À conversa com... Sérgio Niza In: NÓVOA, A.; MARCELINO, F.; Ó, J. R. d. (Orgs.). Sérgio Niza: escritos sobre educação. Lisboa: Tinta da China Edições, 2012c. p. 421- 432.

NIZA, S. Contextos cooperativos e aprendizagem profissional: a formação no Movimento da Escola Moderna. In: NÓVOA, A.; MARCELINO, F.; Ó, J. R. d. (Orgs.). Sérgio Niza: escritos sobre educação. Lisboa: Tinta da China Edições, 2012d. p. 599- 615.

NÓVOA, A. Os professores na virada do milênio: do excesso dos discursos à pobreza das práticas. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 11-20, jan./jun. 1999.

NÓVOA, A. Os professores e o novo espaço público da educação. In: TARDIF, M; LESSARD, C. (Orgs.). O ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 217-233.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista Educación, Madrid, n. 350, p. 203-218, set./dez. 2009.

NÓVOA, A. O regresso dos professores. Pinhais: Melo, 2011.

NÓVOA, A. Ética, pedagogia e democracia são exatamente a mesma coisa. In: NÓVOA, A; Ó, J. R; MARCELINO, F. (Orgs.). Sérgio Niza: escritos sobre educação. Lisboa: Tinta da China, 2012. p. 12-21.

PIAGET, J. Estudos Sociológicos. Rio de Janeiro: Forense, 1973a.

PIAGET, J. Problemas gerais da investigação interdisciplinar e mecanismos comuns. Lisboa: Bertrand. 1973b.

PIAGET, J. Educar para o futuro. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1974.

PIAGET, J. Para onde vai a educação? Rio de Janeiro: José Olympio, 1988.

PIAGET, J. Epistemologia Genética. São Paulo: Martins Fontes. 1990.

PIAGET, J. La representación del mundo en el niño. Madrid: Morata, 1993.

PIAGET, J.; GRÉCO, P. Aprendizagem e conhecimento. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1977.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Petrópolis: Vozes, 2008.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis: Vozes, 2012.

WENGER, E.; MC DERMOTT, R.; SNYDER,W. M. Cultivating Communities of Practice. USA: Harvard University Press, 2002.

Downloads

Publicado

2022-12-02

Como Citar

COLLARES, D.; SOMMER, L. H. Notas sobre uma pesquisa cooperativa com professores de comunidades campesinas, quilombolas e indígenas. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 257–272, 2022. DOI: 10.14393/REPOD-v12n1a2023-67545. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/67545. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ - POLÍTICA PÚBLICA EM CONTEXTO PANDÊMICO EM ESCOLAS RURAIS: O PROGRAMA ESCOLA DA TERRA COMO AFIRMAÇÃO DO DIREITO À EDUCAÇÃO