PAVILHÃO DA CRIATIVIDADE: CULTURA MATERIAL, IDENTIDADE E CULTURA POPULAR NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA

Autores

  • Tiago Souza Martins Universidade de São Paulo
  • Régia Cristina Oliveira Universidade de São Paulo
  • Idalice Ribeiro Silva Lima Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v3n2a2014-30289

Resumo

RESUMO: Este artigo se propõe a discutir a ideia de memória latino-americana e de "cultura popular" presentes no Pavilhão da Criatividade, tendo em vista a seleção dos países e o modo como os objetos são expostos e apresentados à população. A partir da apreensão, pela observação e análise, dos discursos expositivos e especializados sobre (e presentes no) o Pavilhão da Criatividade, busca-se compreender como é pensada a construção da memória latino-americana e, aí apoiada, a noção de cultura popular. O texto é resultado parcial de uma pesquisa qualitativa a qual ancora-se em procedimentos metodológicos constitutivos de técnicas como observação sistemática no local estudado e pesquisa bibliográfica, com ênfase na identificação, coleta e análise de documentos disponíveis no Memorial da América Latina, no site da Fundação Darcy Ribeiro e na Universidade Nacional de Brasília (UnB), onde se encontra o Acervo do Memorial Darcy Ribeiro. Dentre os resultados parciais da pesquisa, destaca-se a identificação da percepção de uma busca, no Pavilhão da Criatividade, pelo "tipicamente" latino-americano, em detrimento da apresentação das dinâmicas e contradições vividas pelas culturas que constroem os objetos, e da construção discursiva, por meio da expografia, de uma noção específica de "cultura popular".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BISILLIAT, M. (Coord.). Pavilhão da Criatividade: Memorial da America Latina. São Paulo: Empresa das Artes, 1999.

BITTENCOURT , J. Cada coisa em seu lugar. Ensaio de interpretação do discurso de um museu de história. Anais do Museu Paulista, São Paulo, n. Sér. v. 8/9. p. 151-174, 2000/2001. [Editado em 2003].

CANCLINI, N. G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2008.

CHAGAS, Mario. A imaginação museal: museu, memória e poder en Gustavo Barroso, Gilberto Freyre e Darcy Ribeiro. 2003. 307 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2003.

CURY, M. X. Exposição: concepção, montagem e avaliação. São Paulo: Annablume, 2006.

DESVALLÉES, A.; MAIRESSE, F. (Dir.). Conceptos claves de museología. Paris: Armand Colin, 2010. Disponível em:<http://icom.museum/resources/publications-database/publication/conceptosclaves-de-museologia/>. Acesso em: 20 jul. 2013.

DESVALLÉES, A.; MAIRESSE, F. (Dir.). Conceptos claves de museología. Paris: Armand Colin, 2010. Disponível em:<http://icom.museum/resources/publications-database/publication/conceptosclaves-de-museologia/>. Acesso em: 20 jul. 2013.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. São Paulo. Ed. Loyola, 2004.

GINZBURG, C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo. Companhia das Letras, 1989.

HOBSBAWM, E. J. Era dos extremos: o breve século XX 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

LEFEBVRE, H. La présence et l’absence: contribution à la théorie des representations. Castermann, Belgique, 1980.

LE GOFF, J. A história Nova. São Paulo. Martins fontes. 1990.

LEPORI , A. P. O. El taller de proyectos como laboratorio: memoria y lugar. 2006. 357 f. Tese (Doutorado em Projetos Arquitetônicos) – Departamento de Projetos Arquitetônicos, Universidade Politécnica de Cataluña, Barcelona, 2006. Disponível em: <http://www.tdx.cat/handle/10803/6811>. Acesso em: 13 mai. 2013.

MENESES, U. T. B. A problemática da identidade cultural nos museus: de objetivo (de ação) a objeto (de conhecimento). Anais do Museu Paulista . Nova Série n. 1. 1993.

MOTOYAMA, Shozo; YAMIN, Rafael. Memorial da América Latina: 21 anos. Editora FMAL, 2010.

PESEZ, J. M. História da cultura material. In: LE GOFF, J. (Org.). A história Nova. São Paulo: Martins fontes, 1990. p. 154-172.

RIBEIRO, D. As américas e a civilização: processo de formação e desenvolvimento desigual dos povos americanos. Petrópolis: Vozes, 1979.

RICOEUR, P. A memória, a história, o esquecimento. Campinas, SP: Editora UNICAMP, 2010.

RICOEUR, P. Du text à l’action: essais d’heméneutique II. Paris: Éditions du Seuil, 1998.

RICOEUR, P. Temps et récit: l’intrigue et le récit historique. Paris: Éditions du Seuil, 1983. v. 1.

Downloads

Publicado

2015-07-09

Como Citar

SOUZA MARTINS, T.; CRISTINA OLIVEIRA, R.; SILVA LIMA, I. R. PAVILHÃO DA CRIATIVIDADE: CULTURA MATERIAL, IDENTIDADE E CULTURA POPULAR NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 3, n. 2, 2015. DOI: 10.14393/REPOD-v3n2a2014-30289. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/30289. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Ensaios, Debates e Polêmicas Atuais