PERCEPÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO DA CARTOGRAFIA NO BRASIL

Conteúdo do artigo principal

João Fernando C. da Silva
Angelo Demétrius Guilherme

Resumo

A importância do acompanhamento do mercado de trabalho profissional está na organização das informações derivadas dos dados obtidos junto às amostras investigadas. A metodologia seguida foi o envio de questionários aos sócios da SBC — passando estes a compor o Banco de Dados do Mercado da Engenharia Cartográfica, a partir dos questionários respondidos — e questões formuladas ao banco de dados, cujas respostas forneceram as informações procuradas. As respostas referentes à primeira relação empregatícia têm utilidade imediata aos estudantes, que logo estarão no mercado de trabalho, e as respostas referentes ao emprego atual são de interesse maior aos profissionais. A necessidade de continuar a educação formal é facilmente perceptível. Os estabelecimentos de ensino superior têm interesse potencial em todas estas informações, desde o primeiro emprego,o atual e as necessidades de aprimoramento profissional. Demonstra-se que o maior empregador é o setor público federal, que há migração do setor privado para o setor público, que há acúmulo de funções técnicas e administrativas, à medida que aumenta a experiência profissional, que os resultados do sistema de pós-graduação já são sentidos no mercado de trabalho e que o salário mensal médio supera 17 salários-mínimos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DA SILVA, J. F. C.; GUILHERME, A. D. PERCEPÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO DA CARTOGRAFIA NO BRASIL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 49, p. 7–13, 1998. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/50027. Acesso em: 18 ago. 2022.
Seção
Artigos