FRAMEWORK COLABORATIVO PARA MINERAÇÃO DE DADOS ESPACIAIS: ENGENHARIA APLICADA AO CTM

Conteúdo do artigo principal

André Moraes
Lia Caetano Bastos

Resumo

Com a disseminação de diferentes estruturas de dados CAD/GIS produzidas através do rápido avanço das tecnologias de informação, são reais os desafios na implementação de uma infraestrutura interoperável de dados espaciais, sendo foco de várias discussões. Entretanto com o surgimento de tantas variações, a interoperabilidade entre os dados ainda é reduzida, tornando inevitável a produção de volumes expressivos de dados, que acabam enfrentando cedo ou tarde conflitos computacionais. A partir disso, a pesquisa apresenta uma investigação sobre os aspectos relevantes que influenciam na engenharia de projetos, originando o desenvolvimento do ambiente Open Integration for Collaborative Geospatial Framework Web (OpenICGFw), visando o reconhecimento de estruturas, integração, manipulação e colaboração, em sintonia com esforços da INDE, OGC e W3C. Durante a discussão, são apresentados os resultados através de aplicações webmapping visando a integração do cadastro técnico multifinalitário a outras bases distribuídas para uso das principais técnicas de mineração de dados espaciais. Ao final, o artigo discute a hipótese e a contribuição da pesquisa, questões prioritárias na implementação da mineração de dados espaciais, além do avanço tecnológico na engenharia territorial para colaboração e gestão do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
MORAES, A.; BASTOS, L. C. FRAMEWORK COLABORATIVO PARA MINERAÇÃO DE DADOS ESPACIAIS: ENGENHARIA APLICADA AO CTM. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 64, n. 1, 2012. DOI: 10.14393/rbcv64n1-43781. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43781. Acesso em: 2 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

André Moraes, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI (1999), mestrado em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC/DEPS (2003) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC/PPGEC (2011). Atualmente é professor efetivo (DE) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Catarinense, aonde também desenvolve atividades de consultoria em TI (Tecnologia da Informação). Possui experiência nas seguintes áreas: Computação, Engenharia de Produção e Sistemas, Automação de Empresas, Engenharia Civil com ênfase no Cadastro Técnico Urbano e Multifinalitário. Também desenvolvendo soluções computacionais adotando metodologias ágeis e flexíveis com software livre, UML, administração de banco de dados, programação de softwares com (Shell, C, PHP, VB, Delphi, Java dentre outras), realiza pesquisas com mineração de dados, implantação de geotecnologias (webmapping), geoprocessamento e interoperabilidade de dados espaciais.

Lia Caetano Bastos, Universidade Federal de Santa Catarina

Universidade Federal de Santa Catarina