Territórios e tessituras de encontros, pesquisas e escutas em Educação Popular e Agroecologia

diálogos com Carlos Rodrigues Brandão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT195371140

Palavras-chave:

Pesquisa Participante, extensão, Educação Popular, Agroecologia

Resumo

Esse estudo é um convite a refletir sobre os ensinamentos de Carlos Rodrigues Brandão. Nesse sentido, propomo-nos a apresentar reflexões sobre a práxis da Pesquisa Participante a partir da Educação Popular e da Agroecologia sob a luz dos diálogos com Carlos Rodrigues Brandão. Considerando que a Educação Popular e a Agroecologia manifestam-se enquanto alicerces do que vamos chamar de projeto de sociedade, construímos um ensaio dissertativo a partir de bases teórica, prática e epistemológica, fundamentado em um arcabouço de obras do educador Brandão (1985, 1986, 1995, 2002, 2007) e outros estudiosos. Pautamo-nos também nas experiências realizadas no Território Agroecológico da Borborema, na Paraíba. Tais experiências – de ensino, pesquisa e extensão – são compreendidas enquanto instrumentos de resistência de classe, pautadas na participação popular. Apontamos aqui um viés que rompe a lógica para e passa a construir com, a partir de olhares oriundos de distintos espaços de construção do conhecimento agroecológico e do diálogo de saberes, estes, que se materializam nos territórios e andarilhagens do educador popular Carlos Rodrigues Brandão, em sua vida e obra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-04-2024

Como Citar

SILVA, L. P. C.; OLIVEIRA, L. C. L. de; ARAÚJO, A. E. de; ARAÚJO, A. M. R. B. de. Territórios e tessituras de encontros, pesquisas e escutas em Educação Popular e Agroecologia: diálogos com Carlos Rodrigues Brandão. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 19, n. 53, p. 1–13, 2024. DOI: 10.14393/RCT195371140. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/71140. Acesso em: 21 jul. 2024.