Território Açu-Mossoró

limites e possibilidades das políticas territoriais rurais no Rio Grande do Norte

Autores

  • Vinícius Rodrigues Vieira Fernandes Professor Substituto do CCTA/UFCG
  • Antonio César Ortega Professor Titular do IERI/UFU
  • Clesio Marcelino de Jesus Professor Adjunto do IERI/UFU http://orcid.org/0000-0002-0249-5196

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT133104

Resumo

O enfoque territorial vem se constituindo em importante instrumento de políticas públicas de desenvolvimento rural. No Brasil, essa estratégia fortaleceu-se com os Programas Territórios Rurais e Territórios da Cidadania, que induziram arranjos socioprodutivos intermunipais com o objetivo de reduzir as desigualdades e promover dinamismo socioeconômico. O artigo analisa os limites e as possibilidades dessas ações no Rio Grande do Norte, tomando-se como estudo de caso o território Açu-Mossoró. Lançou-se mão de entrevistas semiestruturadas com membros envolvidos nas políticas, bem como do grupo focal e da observação simples e participante. Recorreu-se ao uso de dados secundários e primários para efetuar análises quantitativas. Em que pesem algumas possibilidades, a experiência deste território sugere importantes limites para aquelas políticas, destacando-se a baixa participação dos atores no Colegiado, relações de poder assimétricas, reduzido capital social e o recorte geográfico, que não favoreceu a criação de um espaço de concertação. Ressalte-se, ainda, as dificuldades relacionadas aos projetos financiados. Conclui-se que no Rio Grande do Norte a estratégia territorial rural apresenta limites para estabelecer uma experiência exitosa de desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-05-2019

Como Citar

FERNANDES, V. R. V.; ORTEGA, A. C.; JESUS, C. M. de. Território Açu-Mossoró: limites e possibilidades das políticas territoriais rurais no Rio Grande do Norte . Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 13, n. 31 Dez., 2019. DOI: 10.14393/RCT133104. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/45744. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos