Relações de causa e efeito entre condições ambientais, urediniósporos e severidade de ferrugem-asiática da soja

Authors

  • Renata Moreschi Mesquini Universidade Estadual de Maringá
  • Rafael Augusto Vieira Universidade Estadual de Maringá
  • Kátia Regina Freitas Schwan-Estrada Universidade Estadual de Maringá
  • Cláudia Vieira Godoy Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Abstract

O objetivo deste trabalho foi estabelecer relações entre condições ambientais, o número de urediniósporos de Phakopsora pachyrhizi e a severidade da ferrugem-asiática-da-soja. Para quantificar urediniósporos de P. pachyrhizi, coletores foram instalados em campos de soja, em Itambé e Mandaguari, PR, Avaliações de severidade foram realizadas e dados climáticos foram coletados nos dois locais. As variáveis elaboradas foram: número de dias com umidade favorável (>60%), número de dias com temperatura favorável (18 a 32º C), preciptação acumulada e urediniósporos coletados. Uma variável baseada no controle químico também foi elaborada. Correlações entre as variáveis foram estimadas. A análise de trilha foi empregada para desdobrar as correlações. Cerca de 76% da variação das relações de causa e efeito entre as variáveis foi explicada pela análise de trilha. O número de dias para efetuar o controle químico teve efeito direto sob a severidade. O número de dias com temperatura favorável e as precipitações tiveram efeito indireto na severidade, atuando via manutenção de condições favoráveis de umidade.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2011-08-30

How to Cite

MESQUINI, R.M., VIEIRA, R.A., SCHWAN-ESTRADA, K.R.F. and GODOY, C.V., 2011. Relações de causa e efeito entre condições ambientais, urediniósporos e severidade de ferrugem-asiática da soja . Bioscience Journal [online], vol. 27, no. 4, pp. 552–557. [Accessed22 February 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/8161.

Issue

Section

Agricultural Sciences