MENSURAÇÕES DO SEGMENTO ANTERIOR DO BULBO DO OLHO, VISANDO A ESTABELECER O TAMANHO IDEAL DE LENTES INTRA-OCULARES A SEREM IMPLANTADAS EM CÃES

Autores

  • Andréa Barbosa de Azevedo Faculdade de Medicina Veterinária/UNISA.
  • José Joaquim Titton Ranzani Departamento de Cirurgia e Anestesiologia/FMVZ/UNESP - Botucatu-SP

Palavras-chave:

cão, olho, lente intra-ocular

Resumo

Este estudo teve por objetivo coletar dados biométricos do olho do cão, a fim de fornecer subsídios para produção de lentes intra-oculares sintéticas (LIO), a serem aplicadas em cães afácicos. Foram selecionados 100 cães, sadios, machos e fêmeas, divididos em cinco grupos, de acordo com o peso corporal. Todos os cães foram anestesiados para obtenção das seguintes medidas: diâmetro da pupila normal (em condições padronizadas de luminosidade), e dilatada por drogas, diâmetro da córnea, espessura da lente — avaliada por ultra-sonografia modo-A. Dos 100 cães foram escolhidos 20 (quatro de cada grupo), de forma aleatória, que foram submetidos à eutanásia e tiveram o bulbo do olho enucleado, realizando-se a medida do diâmetro do sulco ciliar, diâmetro e peso da lente. Todos os dados foram correlacionados com o peso corporal dos animais. Conclui-se que o peso corporal do cão não influencia no diâmetro pupilar e na espessura da lente. Diâmetro da córnea, medida do sulco ciliar, peso e diâmetro da lente estão relacionados ao peso corporal do animal. Uma LIO padrão pode ser usada para todos os cães e as medidas sugeridas são 9 a 10 mm de corpo e de até 16 mm incluindo as hápticas, sua espessura em média não deve ultrapassar 4,7 mm.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-17

Como Citar

Barbosa de Azevedo, A., & Titton Ranzani, J. J. (2007). MENSURAÇÕES DO SEGMENTO ANTERIOR DO BULBO DO OLHO, VISANDO A ESTABELECER O TAMANHO IDEAL DE LENTES INTRA-OCULARES A SEREM IMPLANTADAS EM CÃES. Veterinária Notícias, 12(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18670

Edição

Seção

Artigos