VALORES SANGÃœÃ?NEOS DE REFERÊNCIA E INVESTIGAÇÃO SOBRE A PRESENÇA DE ANTÃ?GENOS ERITROCITÃ?RIOS CANINOS (DEA - dog erythrocyte antigen) EM LOBOS-GUARÃ?S (Chrysocyon brachyurus) E CACHORROS-DO-MATO (Cerdocyon thous)

Authors

  • Adriana Alonso Novais FCAV/UNESP - Jaboticabal - SP
  • José Jurandir Fagliari FCAV-UNESP - Jaboticabal - SP
  • Evangelista Santana FCAV - UNESP - Jaboticabal - SP

Keywords:

hematologia, bioquímica clínica, grupos sangüíneos, cães, loboguará, cachorro-do-mato

Abstract

O propósito desse estudo foi verificar os valores sangüíneos normais e a ocorrência do antígeno eritrocitário canino (dog erythrocyte antigen - DEA) na superfície dos eritrócitos de espécies de cães silvestres, na expectativa de adicionar novos dados sobre valores sangüíneos de referência e investigar as relações filogenéticas entre os caninos silvestres e domésticos. Para tanto, obtiveram-se amostras de sangue de 32 lobos-guarás e 16 cachorros-domato, pertencentes aos zoológicos de São Carlos- SP, Rio de Janeiro-RJ, São José do Rio Preto-SP, Brasília-DF, Belo Horizonte-MG, Americana-SP e Sorocaba-SP, e também do criadouro conservacionista da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), localizado em Araxá-MG. Os valores sangüíneos encontrados para lobos-guarás e expressos como média e desvio padrão foram: Hemácias: 5,50 ± 0,93 x 106/mL; Hb: 13,30 ± 5,69 g/dL; VG: 41,30 ± 1,83 %; VCM: 75,00 ± 5,84 fL; HCM: 27,00 ± 4,04 pg; CHCM: 32,00 ± 1,15 g/dL; Leucócitos: 14,80 ± 4,50 x103/mL; Neut. segm.: 10,20 ± 3,50 x103/mL; Neut. bast.: 0,10 ± 0,10 x103/ mL; Linf.: 3,60 ± 1,70 x103/mL; Eos.: 0,70 ± 0,70 x103/mL; Mon.: 0,20 ± 0,20 x103/mL; Bas.: 0,03 ± 0,05 x103/mL; uréia: 55,00 ± 18,31 mg/dL; creatinina: 1,40 ± 0,31 mg/dL; PT: 7,60 ± 0,61 g/dL; albumina: 3,40 ± 0,54 g/dL; ALT: 70,00 ± 26,51 U/ mL; AST: 49,00 ± 14,77 U/mL; ALP: 33,00 ± 26,49 U/mL; BT: 0,12 ± 0,06 mg/dL; BD: 0,04 ± 0,03 mg/ dL. Os valores sangüíneos encontrados para cachorros-do-mato foram: Hemácias: 4,80 ± 0,60 x106/mL; Hb: 14,00 ± 5,64 g/dL; VG: 42,00 ± 1,96 %; VCM: 89,00 ± 5,90 fL; HCM: 29,00 ± 1,35 pg; CHCM: 33,00 ± 1,56 g/dL; Leucócitos: 9,50 ± 1,35 x103/mL; Neut. segm.: 6,90 ± 0,88 x103/mL; Neut. bast.: 0,10 ± 0,11 x103/mL; Linf.: 1,30 ± 0,42 x103/ mL; Eos.: 0,20 ± 0,07 x103/mL; Mon.: 0,10 ± 0,06 x103/mL; Bas.: 0 x103/mL; uréia: 44,00 ± 23,84 mg/ dL; creatinina: 0,90 ± 0,18 mg/dL; PT: 7,50 ± 0,56 g/dL; albumina: 3,30 ± 0,31 g/dL; ALT: 51,0 ± 17,46 U/mL; AST: 25,0 ± 12,81 U/mL; ALP: 22,0 ± 4,42 U/ mL; BT: 0,16 ± 0,06 mg/dL; BD: 0,06 ± 0,02 mg/dL. Os antígenos eritrocitários caninos foram observados nas duas espécies silvestres pesquisadas. A freqüência dos grupos sangüíneos caninos, entretanto, variou entre as espécies. No que se refere ao grupo DEA 1, a grande maioria dos cães silvestres foi positiva para o subgrupo 1.2. O antígeno DEA 4 esteve presente em alta freqüência nas duas espécies e houve baixa incidência dos outros antígenos eritrocitários caninos, assim como ocorre nos cães domésticos. A semelhança antigênica encontrada para os antígenos de grupo sangüíneo de cães domésticos, lobos-guarás e cachorros-domato aproxima estas espécies, sugerindo que tenham evoluído a partir de um ancestral comum (teoria monofilética). Entretanto, serão necessários estudos moleculares para confirmar a presença dos antígenos eritrocitários caninos nas hemácias dos canídeos silvestres.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2007-12-10

How to Cite

Alonso Novais, A., Fagliari, J. J., & Evangelista Santana, . (2007). VALORES SANGÃœÃ?NEOS DE REFERÊNCIA E INVESTIGAÇÃO SOBRE A PRESENÇA DE ANTÃ?GENOS ERITROCITÃ?RIOS CANINOS (DEA - dog erythrocyte antigen) EM LOBOS-GUARÃ?S (Chrysocyon brachyurus) E CACHORROS-DO-MATO (Cerdocyon thous). Veterinária Notícias, 11(1). Retrieved from https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18640

Issue

Section

Articles