PERFIL ERITROCITÁRIO E LEUCOCITÁRIO DE CÃES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA EM RELAÇÃO À SEVERIDADE DA AZOTEMIA.

Autores

  • Alexandre Martini de Brum UNIFRAN
  • Priscila Pavini Cintra
  • Leonardo Dias Mamão Mestrando do Departamento de Clínica e Cirurgia da UFMG

Palavras-chave:

Caninos, anemia, nefropatia

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é uma síndrome comum em A doença renal crônica (DRC) é uma síndrome comum em cães, caracterizada pela perda das funções excretoras e endócrinas dos rins. Uma das principais consequências da DRC é a anemia, que possui caráter multifatorial e é uma das principais responsáveis pela deterioração do estado clínico do paciente. O objetivo deste trabalho foi caracterizar as alterações do hemograma em cães com DRC em relação à classificação da doença. Foram avaliados os prontuários de 71 cães com DRC. De acordo com as características dos exames laboratoriais de bioquímica sérica, os animais foram classificados conforme a severidade da azotemia em grau II (azotemia leve), III (azotemia moderada) ou IV (azotemia severa), formando o grupo II (10 cães), grupo III (36 cães) e o grupo IV (25 cães), respectivamente. Os pacientes que apresentaram azotemia grave manifestaram anemia mais severa que os pacientes com azotemia leve a moderada. Tanto os valores de hemácias, hematócrito como hemoglobina dos pacientes do grupo IV, apresentaram valores significativamente inferiores (p<0,05) em relação aos animais dos grupos GII e GIII, respectivamente. Não houve diferença entre os valores de leucócitos e plaquetas entre os grupos. Com este estudo, concluiu-se que a anemia, desenvolvida pelo paciente com DRC, depende da severidade da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Martini de Brum, UNIFRAN

Formado em Medicina veterinária, pela UFRGS, em 2002. Realizou residência na área de clínica médica de pequenos animais no Hospital veterinário "Governador Laudo Natel" na FCAV-UNESP/Jaboticabal de 2003 a 2005, posteriormente realizou mestrado (2005-2007) e doutorado (2007-2011) no Programa de Pós-Graduação em medicina veterinária da FCAV-UNESP/Jaboticabal, na área de clínica médica, com ênfase em nefrologia e urologia de pequenos animais. Atualmente é professor da Universidade de Franca, nas disciplinas de Clínica Médica de Pequenos Animais, Laboratório Clínico veterinário e Bioquímica Animal

Downloads

Publicado

2013-07-18

Como Citar

Martini de Brum, A., Pavini Cintra, P., & Dias Mamão, L. (2013). PERFIL ERITROCITÁRIO E LEUCOCITÁRIO DE CÃES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA EM RELAÇÃO À SEVERIDADE DA AZOTEMIA. Veterinária Notícias - Vet Not, 18(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/19007