Apresentação do Dossiê - Políticas de Avaliação Externa e a Questão da Qualidade da Educação no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-56038

Palavras-chave:

Políticas de Avaliação Externa, Questão da qualidade da educação no Brasil

Resumo

A Revista Educação e Políticas em Debate publica, no presente número, o Dossiê: Políticas de Avaliação Externa e a Questão da Qualidade da Educação no Brasil. Esta edição foi organizada em um contexto social extremamente difícil, em virtude da pandemia do Coronavírus (Covid 19) ou Sars-CoV-2, a qual tem produzido efeitos nefastos para a saúde pública, em escala mundial, ocasionando infecções e mortes na maioria dos países do globo . No Brasil, em decorrência das medidas de isolamento social, muitas instituições de ensino foram fechadas como forma de mitigar os efeitos da pandemia, sendo que, algumas estão funcionando com atividades remotas. Assim, nesse momento em que as parcas conquistas em prol da qualidade da educação podem ser comprometidas acentuando ainda mais as desigualdades estruturais do sistema educacional brasileiro, apresentamos um Dossiê com o objetivo de refletir sobre as políticas de avaliação externa e a questão da qualidade da educação, tema extremamente importante, sobretudo, nesse período em que a qualidade da educação pode ser ainda mais influenciada pelas diferenças sociais, econômicas e culturais dos estudantes e das suas famílias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Simone Ferraz Pereira, Universidade Federal de Uberlândia - UFU - Minas Gerais - Brasil

Doutora e Mestre em Educação pela Unicamp. Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, com atuação na graduação e na Pós-graduação, membro da linha Estado, Política e Gestão da Educação.

Referências

AFONSO, A. J. Estado, políticas educacionais e obsessão avaliativa. Revista Contrapontos, Itajaí, SC., v. 7, n. 1, p. 11-22, mar. 2009. ISSN 1984-7114. Disponível em: https://www6.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/888. Acesso em: 23 de junho 2020.

AFONSO, A. J. Avaliação educacional: regulação e emancipação. 2 ed. Cortez Editora: São Paulo, 2000.151 p.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Plano de Desenvolvimento da Educação. Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. Guia de programas. Brasília, DF, jun., 2007.

COSTA, M S F P M. Avaliação Institucional no Ensino Fundamental: a participação dos estudantes. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP: [s.n.], 2012.

DOURADO, L.F; OLIVEIRA, J.F; SANTOS, C. A. Qualidade da educação: conceitos e definições. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Brasília, v. 2, n. 24, p.5-23, 2007.

ENGUITA, M. F. O discurso da qualidade e a qualidade do discurso. In: GENTILI, P.; SILVA, T. T. (Org.). Neoliberalismo, qualidade total e educação. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 93-110.

FREITAS, L. C. A reforma empresarial da educação: nova direita, velhas ideias. / Luiz Carlos de Freitas. – 1.ed. – São Paulo: Expressão Popular, 2018. 160 p.

FREITAS, L. C. Eliminação Adiada: novas formas de exclusão introduzidas pelas reformas. Pro-Posições, v.16, n. 3, set./dez. 2005a.

FREITAS, L. C. Qualidade Negociada: Avaliação e Contra-Regulação na Escola Pública. Educ. Soc., Campinas, vol.26, n. 92, p. 911 – 933, Especial – Out. 2005b.

FREITAS, L. C. et al. Avaliação Educacional: caminhando pela Contramão. Rio: Vozes, 2009.

GENTILI, P.; ALENCAR, C. Educar na esperança em tempos de desencanto. Petrópolis: Vozes, 2005.

RAVITCH, Diane. Vida e Morte do Grande Sistema Escolar Americano: como os testes padronizados e o modelo de mercado ameaçam a educação. Tradução de Marcelo Duarte. Porto Alegre: Sulina, 2011. 318p.

SORDI, M. R. L. Razões práticas e razões políticas para defender processos de avaliação institucional nas escolas de ensino fundamental. In: SORDI, M.R.L.; SOUZA, E. A avaliação institucional como instância mediadora da qualidade da escola pública: a Rede Municipal de Educação de Campinas como espaço de aprendizagem Campinas: Millenium, 2009.

SORDI, M. R. L. e LUDKE, M. Da Avaliação da Aprendizagem à Avaliação Institucional: aprendizagens necessárias. In: SORDI, M.R.L.; SOUZA, E. A avaliação institucional como instância mediadora da qualidade da escola pública: a Rede Municipal de Educação de Campinas como espaço de aprendizagem. Campinas: Millenium, 2009.

Downloads

Publicado

2020-07-11

Como Citar

PEREIRA, M. S. F. . Apresentação do Dossiê - Políticas de Avaliação Externa e a Questão da Qualidade da Educação no Brasil. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 260–274, 2020. DOI: 10.14393/REPOD-v9n2a2020-56038. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/56038. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Políticas de avaliação externa e a questão da qualidade da educação no