Educação como prática democrática versus monitoramento da qualidade da educação em Minas Gerais / Education as a democratic practice versus monitoring the quality of education in Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-53510

Palavras-chave:

Avaliação externa, Qualidade da Educação, Prática Democrática.

Resumo

O artigo é um recorte de uma tese de doutorado em que se analisou a política de monitoramento da qualidade da educação em Minas Gerais, tendo como referência a discussão da natureza do trabalho educativo no âmbito da economia política aplicada à educação. De forma diferente da tese, em que se analisam todos os dados em conjunto, neste texto discute-se uma questão específica emergente nas falas dos sujeitos: a relação entre as avaliações externas e a educação entendida como prática que necessita ser democrática. A partir de uma pesquisa qualitativa em que se utilizaram entrevistas de quinze profissionais da educação, demonstra-se que, apesar de os profissionais considerarem a avaliação externa necessária e importante, trechos de suas falas revelam imposições da política e destacam falhas que podem ser associadas à negação da condição de sujeitos daqueles que realizam o processo educativo na escola, dos alunos e até da comunidade externa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Abelardo Bento Araújo, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG - Minas Gerais

Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP); Pedagogo do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG).

Referências

ARAÚJO, Abelardo Bento. Avaliação e controle do trabalho educativo: contradições entre meios e fins no monitoramento da qualidade da educação. 2016. 284 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022017-150649/publico/ABELARDO_BENTO_ARAUJO_rev.pdf>. Acesso em: 10 maio 2020. Doi: https://doi.org/10.11606/T.48.2017.tde-15022017-150649.

ARAÚJO, Abelardo Bento. O trabalho educativo entre metas e produtividade: o acordo de resultados em Minas Gerais. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação. Rio de Janeiro, v. 27, n. 105, p. 839-858, Out./Dez, 2019. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/ensaio/v27n105/1809-4465-ensaio-S0104-40362019002701372.pdf>. Acesso em: 10 maio 2020. Doi: https://doi.org/10.1590/s0104-40362019002701372.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; Persona, 1979.

BONAMINO, Alicia; FRANCO, Creso. Avaliação e política educacional: o processo de institucionalização do SAEB. Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, nov./1999. n. 108. p. 101-132. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/cp/n108/a05n108.pdf>. Acesso em: 10 maio. 2020. Doi: https://doi.org/10.1590/S0100-15741999000300005.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 867/2012, de 04 de julho de 2012. Institui o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e as ações do Pacto e define suas diretrizes gerais. Diário Oficial da União: Brasília. 05 de julho de 2012. nº 129, Seção 1, pág. 22.

FREITAS, Dirce Nei Teixeira de. Avaliação da educação básica e ação normativa federal. Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas. v. 34. n. 123. set./dez. 2004. p. 663-689. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742004000300008&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 10 maio 2020. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742004000300008.

GARCIA, Teise de Oliveira Guaranha. Contratualização de resultados na gestão educacional escolar em redes estaduais de ensino. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 35, n. 1, p. 77 - 98, maio 2019. ISSN 2447-4193. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/89873/52794>. Acesso em: 10 maio 2020. Doi: https://doi.org/10.21573/vol1n12019.89873.

LEONTIEV, Alexis. O desenvolvimento do psiquismo. 2. ed. São Paulo: Centauro, 2004.

LÜDKE, Menga. O que vale em avaliação. Educação e Seleção, São Paulo, v. n. 9, p. 27-36, jan./jun. 1984.

LURIA, Alexander Romanovich. Vigotskii. In: VIGOTSKII, Lev Semenovich; LURIA,

Alexander Romanovich; LEONTIEV, Alexis N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2014. p. 21-37.

MARX, Karl. O capital. Rio de Janeiro: Nova Cultural, 1996. Tomo I. (Série Os Economistas).

MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação. Resolução nº 104, de 14 de julho de 2000. Reedita com alterações a Resolução nº 14, de 03 de fevereiro de 2000, que institui o Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública – Simave – e cria o Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica – Proeb. Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte-MG, 19 de julho de 2000.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Política educacional e regulação no contexto latino-americano: Argentina, Brasil e Chile. Linhas Críticas. Brasília: UNB, 2009, v. 15, n. 28, p. 45-62. Disponível em: <https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/3520/3208>. Acesso em: 14 maio 2020. Doi: https://doi.org/10.26512/lc.v15i28.3520.

PARO, Vitor Henrique. Educação como exercício de poder. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

PARO, Vitor Henrique. Crítica da estrutura da escola. São Paulo: Cortez, 2011.

PARO, Vitor Henrique. Administração escolar: introdução crítica. 17. ed. rev. ampl. São Paulo: Cortez, 2012.

PARO, Vitor Henrique. Diretor escolar: educador ou gerente? São Paulo: Cortez, 2015.

RUBIN, Isaack Illich. A teoria marxista do valor. São Paulo: Brasiliense, 1980.

STAKE, Robert. Investigación com estudio de casos. 4. ed. Madrid: Morata, 2007.

TOMMASI, Lívia de. Financiamentos do Banco Mundial no setor educacional: os projetos em fase de implementação. In: TOMMASI, Lívia de; WARDE, Miriam Jorge; HADDAD, Sérgio (orgs.). O Banco Mundial e as políticas educacionais. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2000. p 195-226.

TRIPODI, Maria do Rosário Figueiredo. O estado contratual e a nova agenda da educação: o caso de Minas Gerais. Revista @mbienteeducação. v. 5. n. 1. p. 32-50, jan./jun, 2012. Disponível em: <http://arquivos.cruzeirodosuleducacional.edu.br/principal/old/revista_educacao/pdf/volume_5_1/educacao_01_32-50.pdf> Acesso em: 10 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-07-11

Como Citar

Araújo, A. B. (2020). Educação como prática democrática versus monitoramento da qualidade da educação em Minas Gerais / Education as a democratic practice versus monitoring the quality of education in Minas Gerais. Revista Educação E Políticas Em Debate, 9(2), 321–335. https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-53510

Edição

Seção

Dossiê: Políticas de avaliação externa e a questão da qualidade da educação no